Notícias

Suspeita de matar três filhos recém-nascidos é solta pelo TJ

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

12 de fevereiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 12 de fevereiro de 2017 - 00:00

Imagem: RIC TV

Ela terá que se apresentar semanalmente ao juízo da comarca e será acompanhada pelo Ministério Público

Marli Cavalheiro Risso, suspeita de ter matado três filhos seus recém-nascidos, em 2010, 2013 e 2016, teve o habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça do Paraná na semana passada.

Ela estava 32 dias presa na 19a SDP, em Francisco Beltrão. Foi solta por decisão unânime, mas com a condição de se apresentar às sextas-feiras ao juízo da comarca para informar seu domicílio e ocupação. Terá, além disso, seu comportamento acompanhado pelo Ministério Público e pelo Conselho Tutelar – embora, segundo informações do Jornal de Beltrão, os outros quatro filhos de Marli tenham ido morar com familiares.

A polícia suspeita que o marido de Marli, Laudecir Aguiar, participou do segundo infanticídio, ajudando na ocultação do cadáver. Ele é considerado foragido e está com o mandato de prisão em aberto.

Marli é moradora de Salto do Lontra, mas, segundo seu advogado, Douglas Copetti, não continuará na cidade por questões de segurança.

Entenda o caso

Denunciada pelo Conselho Tutelar, Marli confessou, dia 2 de janeiro deste ano, que matou asfixiado o filho que teve em dezembro. A Polícia Civil foi atrás do caso e suspeita que ela tenha assassinado outros dois filhos seus recém-nascidos, uma menina em 2013 e um menino em 2010.

De acordo com a polícia, ela escondia as gravidezes e, após o parto, matava as crianças asfixiadas, as colocava em uma mala e as ocultava em uma fossa atrás da sua casa. Os advogados de Marli alegam que ela cometeu apenas o último crime, e porque estava sofrendo depressão pós-parto. 

Leia mais
Mães que sofrem de psicose pós-parto podem assassinar bebês recém-nascidos

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.