Brasil

STF abre investigação contra Bolsonaro para apurar denúncias de Moro

Lucas
Lucas Sarzi Com informações da Agência Brasil.
STF abre investigação contra Bolsonaro para apurar denúncias de Moro
Foto: Reprodução.

28 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 28 de abril de 2020 - 00:00

As declarações feitas pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro contra o presidente Jair Bolsonaro vão ser investigadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão veio na noite desta segunda-feira (27) pelo ministro Celso de Mello, que abriu inquérito.

Durante o pedido de demissão do cargo, Moro fez acusações contra o presidente Jair Bolsonaro. Segundo o ex-ministro, o presidente tentou interferir politicamente na Polícia Federal (PF) e queria acesso a investigações sigilosas do órgão. Moro também disse que não autorizou sua assinatura eletrônica que apareceu no decreto de exoneração do diretor-geral da PF, Maurício Valeixo.

A decisão do ministro do STF atendeu a um pedido feito pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, na semana passada. Com a abertura da investigação, uma das primeiras medidas será a convocação de Moro para prestar depoimento e entregar eventuais provas de suposta interferência na Policia Federal (PF).

Na sexta-feira (24), durante pronunciamento, Bolsonaro negou que tenha pedido para o então ministro interferir em investigações da PF. O presidente, porém, disse que tinha interesse sim em algumas investigações, como a de seu atentado na campanha eleitoral, no caso que envolvia o porteiro de seu condomínio e nas investigações sobre um de seus filhos.