Angelo
Angelo Binder conteúdo Comando News com assessoria

8 de maio de 2020 - 00:00

Atualizado em 8 de maio de 2020 - 00:00

Inova Mais

Startup mapeia e acaba com o circuito de contaminação da Covid-19

AVISACorona é um aplicativo que mostra, por meio de geolocalização, onde há pessoas contaminadas, ou com grande possibilidade de contaminação pela Covid-19, auxiliando em isolamentos específicos

Startup mapeia e acaba com o circuito de contaminação da Covid-19

Em meio à pandemia muitas dúvidas e inquietações ainda pairam nossas cabeças. Entro tudo que as pessoas estão preocupadas, dois aspectos são os que mais incomodam os brasileiros: primeiro é o que será da Economia com este isolamento horizontal? E depois como vamos estar seguros com esta ameaça invisível?

Sabemos que o isolamento é importantíssimo para manter que as pessoas não se contaminem e para diminuir o risco de transmissão. Mas, também, temos a certeza de que a Economia precisa seguir caminhando para evitar um colapso financeiro no País. Contudo, a pergunta que fica é como fazer isso?

Por isso a UniverSaúde, startup que desenvolve soluções tecnológicas para a área da Saúde e lançou o aplicativo AVISACorona, uma solução multiplataforma para o monitoramento dos casos de COVID-19 nos municípios brasileiros. “O momento atual da epidemia de Coronavírus no Brasil é grave, dramático e demanda tomada de decisão imediata também por parte da sociedade civil organizada. A UniverSaúde assumiu naturalmente o papel de liderar um movimento de apoio para o enfrentamento do problema associando informação, inteligência gestora e tecnologias digitais”, conta o fundador, Dr. Erico Vasconcelos.

E o objetivo do projeto é claro, acabar com a circulação da contaminação localizando e tratando de forma isolada os casos de Covid-19 antes mesmo de irem aos hospitais. “O AVISACorona é a solução que criamos para ajudar os municípios a controlarem a epidemia de Coronavírus e o impacto social, considerando o imperativo da interrupção do circuito de contaminação, por meio de duas ações estratégicas muito importantes neste momento de circulação ativa do vírus, que são localizar geograficamente, e em tempo real, as pessoas que estão contaminadas antes que elas precisem ser internadas; e trata-las com antecedência evitando mais ocupação de leitos nos hospitais e o iminente colapso dos sistemas de saúde”, afirma Erico.

Como funciona e quem é o público-alvo?

Visando cumprir com a demanda de corrigir problemas encontrados, como a curva ascendente na epidemia, subnotificação de casos que não oferecem resultados reais, a inquietação do distanciamento social e pressão pela retomada de trabalho e econômica, o foco principal do AVISACorona são Secretárias Municipais de Saúde, Estados e Consórcios Intermunicipais.

Desta forma, as cidades e os estado poderão potencializar o monitoramento com uma ferramenta que agrega o aplicativo para dispositivos móveis, software de telemedicina, sistema de alertas, prevenção e painel de controle integrado para as equipes que atuam na linha de frente. “Precisamos que os orgãos competentes municipais e estaduais estejam alinhados e acompanhando seus casos de forma mais real e efetiva para solucionarmos s problemas que estamos enfrentando, inclusive, o isolamento social, que tem trazido aumento de suicídios por depressão; e a retomada da Economia”, orienta Vasconcelos.

E a forma de captar estas informações é bem simples e conta com a participação de cada cidadão, conforme explica o Dr. Erico. “As pessoas acessam o portal ou baixam o app do AVISACorona, preenchem um questionário, os responsáveis terão acesso a estas informações que irão desenvolver os resultados, dar orientações, reforçar os procedimentos e monitorar os casos”, explica.

Para mais informações acesse o site: https://www.universaude.com.br/avisacorona/