Notícias

Soterramento Marilândia: laudo constata que normas de segurança não foram cumpridas

Acidente na obra resultou na morte de quatro operários

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Soterramento Marilândia: laudo constata que normas de segurança não foram cumpridas
No soterramento em Marilândia do Sul quatro operários perderam a vida (FOTO: LAMARTINE CORTES/ RICTV PR)

10 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:53

O Instituto de Criminalística concluiu nesta segunda-feira (9), o laudo sobre o soterramento que acabou matando quatro operários na cidade de Marilândia do Sul, no norte do Paraná. De acordo com o documento apresentado, a tragédia poderia ter sido evitada e os proprietários do sítio não seguiram as normas de segurança.

Além disso, a obra não contava com um projeto de engenharia, muito menos um engenheiro responsável. Dos quatro mortos, três eram da mesma família. Um homem acabou sobrevivendo após ficar mais de duas horas soterrado.

soterramento marilandia

As quatro vítimas fatais da tragédia (FOTO: REPRODUÇÃO/ REDES SOCIAIS)

Laudo constata que soterramento em Marilândia poderia ser evitado

As investigações do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) já apontavam preliminarmente que as obras no sítio em Marilândia do Sul, eram irregulares. Nesta segunda-feira (9), com apresentação do laudo do Instituto de Criminalística, foi comprovado que a morte de quatro operários poderia ter sido evitada.

O documento esclarece que não havia nenhuma condição de segurança nas obras da tubulação para irrigação de um sítio. As valas, de aproximadamente quatro metros, não possuíam nenhum tipo de escoramento, nem escadas ou rampas para a saída dos operários em caso de acidente.

Além disso, como não havia um projeto de engenharia, nenhum engenheiro foi identificado como responsável pela obra.

Os proprietários do local podem ser indiciados

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.