Notícias

Somente nós poderemos expulsar os fantasmas que criamos em nossas mentes

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

26 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 26 de novembro de 2018 - 00:00

Banco de Imagens Pixabay.jpg

“Ninguém, além de nós mesmos, poderá expulsar os fantasmas que criamos em nossas mentes. Vivemos numa rotina criada com base nos nossos pensamentos, medos e crenças. Nossa liberdade dependerá da visitação que fizermos em nosso próprio íntimo, para buscarmos a Verdade que carregamos no coração.”

Os pensamentos nos deixam cegos, evitam que enxerguemos a verdade e que compreendamos o nosso mundo real. Além dos pensamentos, nos limitamos, também, pelo medo e nos permitimos o controle pelas crenças que cultivamos. Assim, acabamos nos condicionando a levarmos uma vida monótona, quando e onde tudo parece ser igual.

Presos pelos pensamentos, medos e crenças, vamos vivendo uma rotina e tudo pare se repetir, porque o Universo faz repetir, até que nos libertemos deste ciclo e tiremos aprendizados dos nossos erros. Porém, saibamos que não aprendemos propriamente com os erros, mas, com suas correções.

Precisamos desacelerar para compreendermos melhor a vida e desconstruirmos nossas rotinas vãs, para construirmos novas rotinas com base no amor fraterno e na solidariedade. No fundo, o sentido da vida é estar e sentir-se vivo, é desnecessário corrermos desvairadamente, como se fosse preciso conseguir alguma coisa além de descobrimos nós mesmos.

Um dos segredos para nos satisfazermos com nossas vidas, é deixarmos de olhar para a vida dos outros. Se tivermos que ser melhores, que sejamos melhores que nós mesmos, isso depende apenas de nossos esforços. Na busca pela Verdade precisamos destruir o falso, para tanto, precisamos questionar as ideias que estão enraizadas em nós mesmos, todas as respostas encontram-se no nosso coração.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.