Notícias

Sobe para 16 número de mortos quase uma semana após desabamento de prédio na Flórida

Foram confirmadas 12 mortes no desastre, que pode se tornar a falha estrutural acidental mais fatal da história dos Estados Unidos

Reuters
Reuters
Sobe para 16 número de mortos quase uma semana após desabamento de prédio na Flórida
Buscas em prédio que desabou em Surfside

30 de junho de 2021 - 17:12 - Atualizado em 30 de junho de 2021 - 17:16

Por Gabriella Borter

SURFSIDE, Flórida (Reuters) – Equipes de resgate encontraram mais quatro corpos durante a noite vasculhando as ruínas de um edifício que desabou na área de Miami, elevando o total de vítimas para 16, após dias de pouco progresso nas buscas por pessoas que permanecem desaparecidas quase uma semana após o desabamento.

Ninguém foi retirado vivo das pilhas de concreto pulverizado, madeira partida e metal retorcido desde as primeiras horas da tragédia, enquanto 147 pessoas ainda estão desaparecidas ou podem estar presas nos escombros.

Em entrevista à CNN norte-americana na manhã desta quarta-feira, o coronel Golan Vach, comandante da Unidade de Resgate Nacional de Israel, disse que tinha acabado de terminar um turno de 12 horas e que as equipes “encontraram mais algumas pessoas”.

Vach, cuja equipe chegou a Miami no domingo para ajudar no resgate, disse que as equipes estavam trabalhando na região entre as varandas desabadas e descobriram alguns túneis grandes o suficiente para caber uma pessoa, embora a maioria dos destroços sejam “muito, muito apertados”.

As autoridades disseram que ainda têm esperanças de encontrar sobreviventes.

“Da maneira como vejo, como veterano da Marinha, quando alguém está desaparecido… você está desaparecido até ser encontrado, e não paramos a busca”, disse o governador da Flórida, Ron DeSantis, em uma coletiva de imprensa na terça-feira.

“Estes socorristas estão se arrebentando, tentando encontrar qualquer um que consigam.”

Investigadores não concluíram o que causou o desabamento. Quase metade do condomínio Champlain Towers South de 40 anos desmoronou enquanto os moradores dormiam nas primeiras horas da quinta-feira passada.

Mas um relatório de engenharia de 2018 sobre o complexo de 12 andares e 156 unidades, preparado antes de um processo de recertificação de segurança, encontrou deficiências estruturais que agora são o foco dos inquéritos.

A prefeita do condado de Miami-Dade, Daniella Levine, disse que investigadores da polícia estão realizando uma auditoria de todos os relatos de desaparecidos para “verificar e remover redundâncias onde possível”.

(Reportagem adicional de Brad Heath, Alexandra Ulmer, Peter Szekely, Dan Whitcomb, Rich McKay, Brendan O’Brien e Kanishka Singh)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5T0SL-BASEIMAGE