Notícias

Sob chuva, manifestantes protestam contra o governo e pedem Diretas Já

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

21 de maio de 2017 - 00:00 - Atualizado em 21 de maio de 2017 - 00:00

Em Curitiba, manifestantes caminharam, sob chuva, da Praça Santos Andrade até a Câmara de Vereadores (Foto: Thea Tavares)

Cerca de 500 manifestantes pediram eleições diretas em caminhada do prédio histórico da UFPR à Câmara de Vereadores

Manifestantes ligados a centrais sindicais e a movimentos de esquerda se reuniram hoje (21) em diversas cidades do país. Eles protestaram contra o governo federal e a favor de eleições diretas. Em Curitiba, apesar da chuva, mais de 500 manifestantes se reuniram em frente ao prédio histórico da UFPR, na Praça Santos Andrade.

No Rio de Janeiro, em Brasília e no Recife os protestos tiveram pouca adesão. Em São Paulo o protesto reuniu centenas de pessoas sob forte chuva. Em Porto Alegre, o ato foi cancelado em razão do mau tempo.

Na capital paranaense, a caminhada, por ruas centrais da cidade, terminou no acampamento dos servidores municipais de Curitiba, montado há seis dias em frente à Câmara de Vereadores, para apoiar protesto contra pacote de maldades do prefeito Rafael Greca.
 
As manifestações foram motivadas pela delação premiada dos empresários Joesley e Wesley Batista, donos da JBS. Ontem (20), o presidente Michel Temer afirmou que segue na Presidência da República e pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão do inquérito que o investiga.
 
Veja também:
 
 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.