Caroline
Caroline Berticelli / Editora com informações da Polícia Civil

29 de maio de 2020 - 00:00

Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:41

Notícias

Sequestro de pré-candidato a prefeito da Grande Curitiba é impedido pela polícia

Sequestro de pré-candidato a prefeito da Grande Curitiba é impedido pela polícia
Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil impediu o sequestro de um pré-candidato a prefeito de Almirante Tamandaré, na Grande Curitiba, nesta quinta-feira (28). Um homem e uma mulher, de 27 e 32 anos respectivamente, foram presos em flagrante por extorsão e suspeita de planejar o crime.   

O pré-candidato, que é também um empresário muito conhecido no município, foi procurado pela suspeita e informado de que ela ficara sabendo que algumas pessoas haviam sido contratadas para sequestrá-lo. Ainda conforme a mulher, para evitar o rapto, ele deveria pagar a quantia de R$ 50 mil

A vítima aceitou a proposta, mas assim que a suspeita saiu do local, procurou a polícia.

“Ele nos procurou ainda ontem pela manhã e nós passamos a orientá-lo ”, conta o delegado Cristiano Quintas, coordenador do Tático Integrado Grupos de Repressão Especial (Tigre) do Paraná. 

Mais tarde, a mulher foi presa em Colombo, enquanto um de seus comparsas fugiu. Junto com ela foi encontrada uma arma, motivo pelo qual, ela foi atuada autuada em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.   

“Ela foi preso no momento em que recebia parte do dinheiro que havia exigido. No interior do carro dela foi encontrada uma arma calibre 32, a qual seria usada, provavelmente, no momento da abordagem da vítima. Um rapaz que estava na companhia dessa senhora, porque percebeu talvez a presença da polícia empreendeu fuga e não foi capturado”, explica o delegado. 

Já o homem foi detido em Almirante Tamandaré, conforme a polícia, ele é foragido do sistema penitenciário e ostenta diversas condenações criminais nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.