Notícias

Senado aprova MP de R$2,5 bi para adesão à Covax Facility

Reuters
Reuters
Senado aprova MP de R,5 bi para adesão à Covax Facility
Vacinação contra Covid-19

3 de março de 2021 - 18:48 - Atualizado em 3 de março de 2021 - 18:50

BRASÍLIA (Reuters) – O Senado aprovou nesta quarta-feira a Medida Provisória 1004, que abre crédito de 2,5 bilhões de reais para o ingresso do Brasil em instrumento de acesso global de vacinas contra a COvid-19, a Covax Facitlity.

A MP, que segue à promulgação, uma vez que não sofreu alterações durante a tramitação no Congresso Nacional, perderia a validade se não fosse votada pelo Senado nesta quarta-feira.

A participação do Brasil no consórcio Covax, iniciativa conjunta da Organização Mundial de Saúde (OMS), Gavi e da Coalition for Epidemic Preparedeness Innovations (CEPI), já havia sido viabilizada pela Lei 14.121, derivada da MP 1003, sancionada com vetos pelo presidente Jair Bolsonaro.

“A adesão ao mecanismo financeiro permitirá o acesso do país a portfólio de nove vacinas em desenvolvimento, além de outras em prospecção. Com a diversificação de possíveis fornecedores, aumentam as chances de acesso da população brasileira à vacina no menor tempo possível, de modo a mitigar os impactos da pandemia da Covid-19 sobre a saúde pública, além das repercussões sociais e econômicas atualmente enfrentadas”, argumenta o parecer do relator da MP no Senado, Marcos Rogério (DEM-RO).

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH221LA-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.