Segurança

“Voz do Além” manda homem matar genro a pauladas em Pitangueiras

O homem chegou a ficar preso até 2001 por ter assassinato um cunhado também com golpes de madeira

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
“Voz do Além” manda homem matar genro a pauladas em Pitangueiras
Foto: Reprodução/RIC Record TV

7 de abril de 2021 - 14:12 - Atualizado em 7 de abril de 2021 - 14:14

Um homem matou o próprio genro a pauladas em Pitangueiras, no noroeste do Paraná, depois que, segundo ele, uma “voz do além” mandou que ele cometesse o crime. Jean Carlos, de 36 anos, foi encontrado já sem vida com uma Bíblia e uma página do livro arrancada ao lado do corpo. 

O assassinato ocorreu na última segunda-feira (5) depois que a vítima chegou do trabalho. Segundo a investigação, ele seguia para o quarto quando o sogro o surpreendeu e desferiu vários golpes de madeira contra sua cabeça. 

De acordo com Samuel Teixeira, policial militar e prefeito do município, a princípio, uma equipe da saúde foi chamada para atender a ocorrência.“A equipe da saúde foi ao local porque se tratava de um atendimento normal de que o jovem estaria passando mal. Quando a equipe chegou, um dos enfermeiros constatou que havia um pedaço de madeira e que se tratava de um crime.”

Os socorristas então chamaram o próprio prefeito, que ao conversar com familiares descobriu que o sogro da vítima estava vivendo na residência há 15 dias, mas havia saído antes da chegada da ambulância. A família também informou que o homem já havia assassinado um cunhado a pauladas e chegou a ficar preso até o ano de 2001. 

Na sequência, os policiais localizaram o suspeito nas proximidades e efetuaram a prisão. Conforme Teixeira, o homem assumiu o crime e alegou que apenas cumpriu ordens superiores vindas de uma voz. “Quando a gente chegou no suspeito, em meio a falas bem desconexas, ele alegou que tinha recebido ordens de cima”. 

A vítima vivia na residência somente com a esposa e os três filhos até a chegada do sogro. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.