Segurança

Vítimas de acidente em Colombo prestam depoimentos e delegado afirma já ter elementos para prisão de motorista

Maria Eduarda, de 19 anos, não resistiu ao impacto; duas pessoas seguem internadas

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem da RIC Record TV Curitiba
Vítimas de acidente em Colombo prestam depoimentos e delegado afirma já ter elementos para prisão de motorista
(FOTO: REPDORUÇÃO/ RIC RECORD TV)

23 de dezembro de 2020 - 13:04 - Atualizado em 23 de dezembro de 2020 - 13:46

Três jovens que estavam dentro do carro que colidiu com um muro na Rodovia da Uva, em Colombo, na noite do último domingo (20) prestaram depoimentos na delegacia da cidade. No momento do acidente, sete pessoas estavam no veículo e a suspeita é que o motorista estava alcoolizado. Uma jovem de 19 anos acabou morrendo.

De acordo com o delegado Irineu Portes, uma testemunha prestou depoimento na terça-feira (22) e duas na manhã de hoje. Em comum, todos afirmaram que o motorista estava em alta velocidade e que havia ingerido bebida alcoólica.

“Todos afirmaram que Matheus (motorista) fazia piruetas e foi pedido para parar […] Trata-se de um homicídio doloso”, declarou Portes, ao confirmar que já tem elementos para decretar a prisão do jovem.

Maria Eduarda
Maria Eduarda, de 19 anos, não resistiu ao impacto da batida (FOTO: REPRODUÇÃO/ REDES SOCIAIS)

ASSISTA AQUI AO VÍDEO DO MOMENTO DO ACIDENTE

Pai de vítima comenta irresponsabilidade

Na manhã desta quarta-feira (23) as jovens Aline e Giovana prestaram depoimentos. Ambas tiveram uma conversa rápida com o delegado e não quiseram dar entrevistas, porém, o pai de Aline, Sidnei, conversou com a equipe da RIC Record TV. De acordo com o homem, todos tiveram uma parcela de culpa.

“Foi uma irresponsabilidade pelo fato de colocar sete pessoas dentro de um carro. O motorista tem que ter responsabilidade […] Acho que eles (passageiros) têm uma parcela de culpa, porque não deveriam ter entrado dentro do carro”, comentou Sidnei, que ainda destacou que já teve uma conversa séria com a filha Aline, que está com um braço quebrado.

Giovana também já recebeu alta e teve ferimentos na perna. O motorista Matheus teve lesões no braço, mas já foi liberado do hospital. Seguem internados o namorado de Maria Eduarda e Helen.

O jovem que namorava com a vítima que faleceu está em estado mais grave e corre o risco de perder os movimentos da perna e a visão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.