Segurança

Vítimas de acidente com barco no Rio Ivaí são veladas em Maringá e Ivaiporã

Nove pessoas da mesma família estavam em uma embarcação para um passeio no rio Ivaí que virou no último domingo (18)

Renan
Renan Vallim / Repórter com informações do repórter Fábio Guillen / RIC TV Record
Vítimas de acidente com barco no Rio Ivaí são veladas em Maringá e Ivaiporã

22 de julho de 2021 - 08:10 - Atualizado em 22 de julho de 2021 - 08:10

Os corpos encontrados nesta quarta-feira (21) no Rio Ivaí após um barco virar no domingo (18) serão velados e sepultados nesta quinta-feira (22). Duas pessoas seguem desaparecidas.

Os corpos de Adalberto Fernandes Galice, 42 anos, e Sophia Pacagnan Fernandes, 4 anos, pai e filha, serão velados a partir das 8h em Maringá, na Capela do Prever do Jardim Alvorada.

Os outros dois corpos encontrados, de Alberony Menegassi de Souza, 41 anos, e Heloísa Menegassi de Souza, 3 anos, também pai e filha, serão velados a partir das 10h na Capela do distrito de Jacutinga, em Ivaiporã.

Barco com família vira no rio Ivaí

Nove pessoas da mesma família estavam em uma embarcação para um passeio no rio Ivaí no último domingo (18). Por volta das 17h, na região do Salto Fogueira, próximo da divisa com Borrazópolis, o barco virou após enfrentar problema com a forte correnteza.

Ainda na noite de domingo, por volta das 22h30, três delas foram resgatadas com vida em uma mata ciliar. Marcelo de Carvalho, de 26 anos, Jéssica Malaquias Costa, de 26 anos, e o filho, de três anos, sobreviveram porque conseguiram nadar até a margem do rio após o barco afundar. Eles foram atendidos em um hospital em São João do Ivaí, na mesma região do estado, com sinais de hipotermia e foram liberados na manhã de segunda-feira (19).

Ainda estão desaparecidos Patrícia Miranda da Silva, de 33 anos, que é esposa de Alberony e mãe de Heloísa, e Nicolas Pacagnan Fernandes, de 8 anos, filho de Adalberto e irmão de Sophia.