Segurança

Corpo de taxista vítima de acidente na PR-423 é retirado das ferragens oito horas após tragédia

Motorista se envolveu em um grave acidente na cidade de Campo Largo, na tarde desta terça-feira (13)

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações de Marcelo Borges da RIC Record TV
Corpo de taxista vítima de acidente na PR-423 é retirado das ferragens oito horas após tragédia
(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

14 de abril de 2021 - 09:11 - Atualizado em 14 de abril de 2021 - 09:12

O Corpo de Bombeiros concluiu durante a madrugada desta quarta-feira (14) o atendimento ao acidente gravíssimo que aconteceu na tarde desta terça-feira (13), na PR-423, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. Um taxista, que tentava cruzar a rodovia, acabou sendo atingido por um caminhão e não resistiu ao impacto. 

Após a colisão, o carro do taxista foi arrastado, atingiu um ônibus e caiu em uma ribanceira. O caminhão ainda tombou por cima do veículo, o que complicou ainda mais o resgate.

Como o caminhão estava carregado com piche, a alta temperatura impediu que os socorristas acessassem as ferragens para retirar a vítima. Os motoristas do ônibus e do caminhão conseguiram sobreviver sem ferimentos graves. Já o taxista acabou morrendo preso as ferragens.

O resgate de Antônio Mika, de 66 anos, aconteceu aproximadamente oito horas após o acidente. A vítima já estava sem vida. O taxista deixa mulher, quatro filhos e sete netos.

Acidente no Trevo da Morte

O acidente que tirou a vida do taxista Antônio Mika aconteceu no final da tarde desta terça-feira (13), em Campo Largo. No momento que tentava cruzar a rodovia PR-423, o táxi foi atingido em cheio por um caminhão carregado com piche. Na sequência, um ônibus que seguia no sentido contrário também foi atingido e pegou fogo.

A colisão aconteceu em trevo, conhecido como Trevo da Morte. Próximo ao local existe uma lombada eletrônica na PR-423, porém o marcador de velocidade aparece travado. De acordo com outros motoristas, algumas pessoas não respeitam a sinalização, pois sabem que o equipamento não está funcionando.

Para quem vai cruzar a rodovia, a estrutura da lombada eletrônica atrapalha a visão. Confira imagens do acidente:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.