Segurança

Vídeo mostra jovem sendo agredido por guardas municipais em parque

Em entrevista para a RIC TV, um dos meninos nega qualquer ato de vandalismo no local. A Corregedoria-Geral do Município vai investigar o caso.

André
André Justus colaboração Lamartine Cortes
Vídeo mostra jovem sendo agredido por guardas municipais em parque
Imagem: Reprodução/Whatsapp

29 de outubro de 2020 - 16:24 - Atualizado em 29 de outubro de 2020 - 16:34

Um vídeo mostra um jovem sendo agredido por guardas municipais de Londrina, no norte do Paraná, no parque Luigi Borghesi, conhecido como Zerão. A equipe teria sido chamada para atender uma reclamação de perturbação de sossego no local.

As imagens mostram dois adolescentes durante abordagem dos guardas na madrugada de domingo (25). No trecho, é possível ver que um deles leva um tapa no rosto. Veja o vídeo:

Vídeo: Reprodução/Whatsapp

Em nota para a RIC TV, a Guarda Municipal (GM) disse que a pessoa foi abordada por praticar atos de vandalismo na região. Segundo eles, o rapaz estava colocando fogo em objetos próximos ao parque das crianças e que, durante abordagem, teria agredido os guardas. Eles também apontam que a gravação foi editada.

A versão dos meninos

Em entrevista para a RIC TV, o segundo jovem, que aparece no vídeo com as mãos na cabeça, negou os atos de vandalismo e alegou que estava com amigos no parque quando foi abordado violentamente pela equipe da GM.

“Começaram a entrar várias viaturas ali na parte de cima, já estourando bomba para todo mundo sair correndo. E nisto, meu outro amigo [o que leva o tapa] ficou um pouco para trás e falei para sairmos correndo”, comentou.

Segundo ele, uma viatura parou os dois e as agressões começaram.

“Pararam a gente ali e começaram a xingar. Chegaram batendo na minha perna. Pegaram o celular dele [do amigo] e jogaram lá embaixo”, comentou o menino alegando que aconteceu muito mais do que aparece no vídeo.

“Começou o vídeo, depois que eles passaram uma rasteira, pois no início aparece meu amigo se levantando ali, daí que dão o tapa”.

O que diz o Município

O Núcleo de Comunicação da Prefeitura de Londrina disse que a situação está sendo investigada. “Haverá responsabilização administrativa e encaminhamento judicial se for constatado qualquer excesso” diz nota. A Corregedoria-Geral do Município vai investigar o caso.

Receba as melhores notícias de Londrina e região pelo Whatsapp. Faça parte do grupo!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.