Segurança

VÍDEO: Aifu fecha tabacaria com 100 pessoas; gerente foi presa

Não é a primeira vez que o estabelecimento descumpre as regras sanitárias. Desta vez, tabacaria foi multada em R$ 50 mil

Giselle
Giselle Ulbrich

26 de junho de 2021 - 11:33 - Atualizado em 26 de junho de 2021 - 13:12

A Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) encontrou, na noite de sexta-feira (25), uma tabacaria lotada no bairro Boqueirão, em Curitiba. A gerente do estabelecimento foi detida. Não é a primeira vez que o estabelecimento é autuado e multado pela Aifu.

Conforme apuração do repórter Marcelo Borges, da RIC Record TV, havia 100 pessoas dentro da tabacaria Monkey, que fica na Avenida Marechal Floriano Peixoto, 7860. O local descumpria diversas regras sanitárias como lotação máxima permitida, uso de máscara e horário de funcionamento.

Diante disto, a gerente do estabelecimento foi detida e levada ao cartório da Polícia Militar, para assinar termo circunstanciado por não cumprir as regras sanitárias vigentes. O estabelecimento, que já foi autuado outra vez pelo mesmo problema, levou multa de R$ 50 mil.

Apesar da queda recente no número de casos em Curitiba, diz o tenente Félix, da Polícia Militar, as pessoas precisam continuar cumprindo as regras sanitárias. E as fiscalizações vão continuar, para que os números da doença não voltem a piorar.

Leia também: Um homem é baleado e o outro preso em confronto com a PM em Curitiba

Conforme o último boletim divulgado pela prefeitura de Curitiba, na noite de sexta-feira, a capital registrou 809 novos casos de covid-19 e 20 óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus. Quatorze destes óbitos ocorreram nas últimas 48 horas.

Clique aqui e confira o cronograma de vacinação para algumas cidades do Paraná, neste fim de semana.

Dois dias de fiscalização

Em dois dias, os agentes percorreram vários bairros para verificar o cumprimento das medidas de combate à Covid-19 na capital do Estado. De acordo com o balanço da AIFU, os policiais militares, em conjunto com a Guarda Municipal e a Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU), fiscalizaram estabelecimentos comerciais nos bairros Água Verde, Bigorrilho, Bom Retiro, Boqueirão, Cajuru, Centro, Centro Cívico, Hugo Lange, Jardim Botânico, Pinheirinho e Seminário na quinta-feira e nos bairros Batel, Bigorrilho, Centro, Jardim Social, São Francisco, Uberaba, Boqueirão, Sítio Cercado, Xaxim, Portão, Caiuá e CIC.

Nos dois dias foram fiscalizados 16 pontos comerciais e nove deles foram fechados, três na quinta e seis na sexta-feira.  Das 384 pessoas que estavam nos locais, 107 foram abordadas e quatro detidas. As equipes também aplicaram 10 Autos de Infração de Trânsito e 25 autuações administrativas.

Em ocorrência no bairro Cajuru, na noite de quinta-feira, as equipes abordaram um estabelecimento comercial que já possuía denúncias de aglomeração de pessoas e encontraram uma máquina caça-níquel, maconha e 22 carteiras de cigarros contrabandeados. O proprietário foi encaminhado, juntamente com a máquina, a droga e o contrabando, ao cartório da 1ª Companhia do 20º BPM, onde assinou um Termo Circunstanciado e foi liberado.

No mesmo dia, em outro estabelecimento, no bairro Boqueirão, um homem, de 49 anos, foi preso e encaminhado por desobediência e falsa identidade. Segundo o Boletim de Ocorrência, durante a abordagem o homem afirmou ser da Reserva do Exército Brasileiro e ser aposentado da Polícia Federal, porém foi constatado que ele não tem cadastro como militar ou policial federal. O homem também tentou impedir a revista e empurrou a comandante da Operação.

Assista o flagrante da Aifu na tabacaria:

https://ricmais.com.br/noticias/coronavirus/

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.