Segurança

UFPR afirma ‘ausência de requisitos de segurança’ para aplicação da prova da Polícia Civil

Mesmo tendo meses para planejar o certame, NC-UFPR alegou em comunicado hoje cedo que faltavam condições de “segurança” sanitária para aplicar a prova

Giselle
Giselle Ulbrich
UFPR afirma ‘ausência de requisitos de segurança’ para aplicação da prova da Polícia Civil

21 de fevereiro de 2021 - 14:18 - Atualizado em 21 de fevereiro de 2021 - 14:18

No comunicado, liberado às 5h42 da manhã deste domingo (21), informando o cancelamento do concurso da Polícia Civil, o Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (NC-UFPR) informou, como motivo para tomar a atitude de cancelar o concurso, a “ausência de requisitos indispensáveis de segurança para a aplicação das provas do Concurso Público em todos os locais previstos na capital e nas cidades da Região Metropolitana de Curitiba/PR, o que poderia colocar em risco a integridade das avaliações e o tratamento isonômico dos candidatos, bem como a saúde e a biossegurança de todos os envolvidos na realização das provas”.

Em coletiva de imprensa, no início da tarde deste domingo, o delegado geral da Polícia Civil, Silvio Rockembach, criticou duramente a atitude unilateral da Universidade em suspender o certame, já que, há meses, a Polícia Civil e a UFPR vinham conversando sobre as medidas de biossegurança determinados pelas secretarias de saúde. E que tudo ocorria dentro das normas e regras de segurança, sem qualquer previsão de adiamento ou cancelamento.

Apesar de, no comunicado, o NC-UFPR suspenser a prova e dizer que futuramente informará nova data, o delegado já cogita contratar outra organizadora de concurso para refazer todo o certame, já que a unversidade quebrou cláusulas de contrato, inclusive sem comunicar previamente a Polícia Civil da decisão.

Veja tudo sobre o repentino cancelamento do concurso da Polícia Civil:

UFPR suspende provas do concurso da Polícia Civil, que ocorreria este domingo (21)

Indignação toma conta dos candidatos, que fizeram filas enormes no aeroporto e rodoviária, tentando remarcar passagem de volta pra casa. Assista os relatos!

Governador Ratinho Júnior diz que foi “inaceitável” atitude da UFPR

Polícia Civil vai abrir processo administratico contra NC-UFPR

Delegado geral da Polícia Civil: “Falta de respeito”. Ele promete responsabilizar individualmente resposáveis pelo cancelamento.

Candidatos tem direito a pedir ressarcimento pelo prejuízo

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.