Segurança

Traficantes escondem cocaína na boca e vendem livremente no centro de Curitiba

A equipe de reportagem da RIC Record TV flagrou traficantes escondendo as drogas na boca e vendendo em plena luz do dia, sem serem perturbados pela polícia. Tem até “escala” de trabalho dos traficantes.

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com informações da RIC Record TV e supervisão de Giselle Ulbrich

16 de julho de 2021 - 21:14 - Atualizado em 16 de julho de 2021 - 21:14

Depois de seis meses, a equipe de reportagem do Balanço Geral de Curitiba voltou à Praça Tiradentes, no Centro de Curitiba, e flagrou novamente traficantes atuando à luz do dia. Eles escondem pacotes de cocaína na boca para depois vendê-las. De acordo com os comerciantes locais, o mercado das drogas funciona livremente durante o dia todo e os suspeitos envolvidos não se sentem nem intimidados pela presença da Polícia Militar e a Guarda Municipal.

O dinheiro entra, a droga sai

O primeiro flagrante feito pela RIC Record TV ocorreu há seis meses. Nas imagens capturadas pela equipe é possível acompanhar Sheik, um dos vários micro traficantes da Praça Tiradentes, que anda livremente com a máscara no queixo e com pacotes de cocaína dentro da boca. Segundo a PM, o suspeito tem passagem pela polícia pelo crimes de tráfico e um homicídio.

Sheik também foi flagrado com outros traficantes. De acordo com as informações apuradas, o grupo faz escalas durante o dia: quem trabalha durante o almoço (período do dia que mais se vende), deve evitar a praça durante a tarde. Apesar de adotarem pequenas cautelas para não serem pegos, os traficantes parecem não se importar com a circulação de pessoas.

Segundo flagrante

De volta ao centro, a equipe de reportagem notou que a situação permanece a mesma: homens e mulheres, de diferentes idades, em uma sequência de ações suspeitas. Os comerciantes dizem estarem revoltados com a situação, porém o medo de retaliações continua maior.

“Muitas das situações eles escondem as drogas em esconderijo, ou até mesmo comércio. Então a gente pede para que a população denuncie, justamente para que a Guarda faça a abordagem diretamente no individuo que esta comandando o tráfico de drogas”,

informou a Guarda Municipal.

Segundo a Guarda Municipal, as drogas mais vendidas na Praça Tiradentes são crack, maconha e cocaína.

A maioria dos traficantes já é conhecida da Polícia. Porém, segundo a Guarda Municipal, diante das circunstâncias da pandemia, os juízes estão tomando medidas que os levam ao semiaberto, o que os possibilita voltar rapuas ruas.

Assista a reportagem:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.