Segurança

“Taradão do Peugeot”, suspeito de abordar mulheres seminu, é preso

A prisão foi realizada no bairro Prado Velho e, no momento da abordagem, a equipe policial também apreendeu o veículo usado durante os crimes

Daniela
Daniela Borsuk com Polícia Civil
“Taradão do Peugeot”, suspeito de abordar mulheres seminu, é preso
Homem exigia que mulheres entrassem no carro (Foto: Reprodução/ RIC Record TV)

4 de março de 2021 - 11:38 - Atualizado em 4 de março de 2021 - 12:32

O homem suspeito de assediar mulheres em Curitiba, conhecido como “Taradão do Peugeot”, foi preso pela Polícia Civil do Paraná na manhã desta quinta-feira (4). A prisão foi realizada no bairro Prado Velho e, no momento da abordagem, a equipe policial também apreendeu o veículo usado durante os crimes. 

De acordo com a Polícia Civil, o homem agia na região dos bairros Xaxim e Hauer e, inclusive, chegou a importunar sexualmente uma mulher grávida. O suspeito passava com o carro, um Peugeot de cor escura, ao lado das vítimas, geralmente em ruas mais tranquilas e menos movimentadas. Nu da cintura para baixo, ele exigia que as mulheres entrassem no veículo. 

O caso da grávida que foi assediada aconteceu na semana do dia 10 de fevereiro deste ano. Depois que a mulher denunciou o suspeito e o crime repercutiu, outras vítimas começaram a aparecer. Imagens de câmeras de segurança flagraram o momento em que o homem transitava pelos bairros, possivelmente procurando outras vítimas. 

Veja o vídeo:

(Vídeo: Reprodução/ RIC Record TV)

Atualização

No início da tarde de hoje (4), a equipe do Balanço Geral, da RIC Record TV, conversou com o delegado Simas Roque, da Polícia Civil, para falar sobre a prisão do homem.

De acordo com o delegado, o suspeito tem 35 anos e foi detido em casa, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. O carro usado nos crimes foi apreendido em uma residência vizinha, onde o homem costumava estacionar.

Durante o interrogatório na polícia, o homem negou que tenha praticado os assédios.

“Ele foi interrogado agora pouco nos autos do inquérito policial e ele negou, de maneira geral, a prática da infração, disse que não tem conhecimento dos fatos. Foi questionado se costuma emprestar o veículo para alguém, ele disse que não, disse que apenas ele conduz o veículo”.

Explicou o delegado Simas Roque.

Outras vítimas que tenham sido assediadas pelo suspeito podem fazer a denúncia para o 181.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.