Segurança

Suspeitos de tentativa de triplo homicídio são presos na Grande Curitiba; um continua foragido

O crime foi motivado por um briga entre meninas por ciúmes de rapaz; as vítimas foram atraídas para uma emboscada

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Suspeitos de tentativa de triplo homicídio são presos na Grande Curitiba; um continua foragido
Foto: Divulgação/Polícia Civil

17 de junho de 2021 - 14:32 - Atualizado em 17 de junho de 2021 - 14:34

Três pessoas foram presas na manhã desta quinta-feira (17), durante uma operação da Polícia Civil, pela tentativa de assassinato contra duas jovens, de 22 e 23 anos, e um rapaz, de 22 anos, ocorrida no dia 7 de março deste ano, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Um suspeito continua foragido. 

De acordo com o delegado Victor Menezes, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o suspeito que não foi localizado, identificado como Victor Heldrick de Souza, é o mais perigoso entre os procurados. Ele seria o autor dos disparos que atingiram as vítimas, possui inúmeras passagens pela polícia e também tem um mandado de prisão por um homicídio consumado em seu desfavor. 

“Foi expedido um mandado de prisão temporária para o rapaz que é procurado por efetuar os disparos de arma de fogo. Esse rapaz ainda não foi encontrado, esse sim, tem diversas passagens por roubo, por tráfico, por corrupção de menores, vários crimes do tipo. Os demais envolvidos não possuem passagens registradas na Justiça ou na polícia”,

explica o delegado. 

A ação ocorreu simultaneamente nos bairros Ganchinho, na capital paranaense, e no município de Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. Os policiais civis também cumpriram quatro mandados de busca e apreensão. Durante as buscas, um homem com mandado de prisão em aberto por outro crime foi capturado na residência onde Victor deveria estar. 

O crime

No dia do crime, dois dos quatro envolvidos foram até uma festa onde estavam as vítimas e causaram uma confusão com o intuito de atrair as duas mulheres para a rua. Assim que as vítimas caíram na emboscada, elas foram baleadas pelos outros dois suspeitos que aguardavam do lado de fora. O homem que também foi ferido não era alvo do crime, mas acabou vítima dos disparos de arma de fogo por estar no local. Todos foram socorridos e sobreviveram. 

O delegado explica que a motivação foi um desentendimento antigo entre as duas vítimas e outras garotas por ciúmes de um jovem. O pivô da briga, inclusive, não está mais vivo. Mas, mesmo assim, as envolvidas teriam continuado com uma rixa até que seus atuais namorados resolveram intervir e matar as ‘inimigas’. 

“O motivo do crime era fútil. Tratava-se de uma briga entre meninas que nunca se resolveu. A princípio, essas meninas brigaram por causa de um rapaz que nem é mais vivo, mas essa briga nunca se resolveu, evolui no decorrer dos anos e culminou no dia 7 de março com as vias de fato entre essas meninas. Os namorados das agressoras esperavam pelas vítimas do lado de fora da festa e passaram a atirar contra essas duas vítimas mulheres, atingindo também um indivíduo masculino”,

completa Menezes. 

Denuncie

Victor é procurado pela polícia. (Foto: Divulgação/Polícia Civil) 

Qualquer informação que possa ajudar a Polícia Civil a descobrir o paradeiro de Victor Heldrick de Souza pode ser repassada, de forma anônima, pelos telefones 197, 181 Disque Denúncia ou 0800-6431-121, diretamente à equipe de investigação. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.