Segurança

Suspeitos de assassinar agricultor em emboscada são presos com fuzis; um morreu em confronto

A filha do agricultor, uma criança, não teve lesões, mas viu o pai sendo assassinado e a mãe ferida

Daniela
Daniela Borsuk com informações do repórter Nader Khalil, da RIC Record TV Curitiba
Suspeitos de assassinar agricultor em emboscada são presos com fuzis; um morreu em confronto
(Foto: Reprodução)

7 de junho de 2021 - 13:21 - Atualizado em 7 de junho de 2021 - 13:24

Três homens foram presos e um foi morto em confronto com a polícia na última sexta-feira (4), suspeitos de envolvimento em um assassinato registrado na manhã do mesmo dia em Agudos do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. Dois fuzis 556, armas de grosso calibre, foram encontrados em um dos carros usados no crime.

De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos cruzaram com a caminhonete em que a vítima, um agricultor, estava com a esposa e a filha, indo em direção ao centro da cidade. Depois, os suspeitos dão a volta e seguem em direção à caminhonete, se aproveitando quando a vítima reduz a velocidade para passar por uma lombada.

A caminhonete foi atingida com pelo menos 10 disparos do lado do motorista. O homem foi atingido e ainda dirigiu por cerca de 500 metros para tirar o veículo da emboscada, até bater contra um poste e perder a consciência. A esposa do homem foi baleada de raspão, foi socorrida e levada para o hospital. A filha do casal, uma criança, não teve lesões, mas viu o pai sendo assassinado e a mãe ferida.

Após o crime, registrado por volta das 9h, policiais de toda a região se mobilizaram para procurar os suspeitos e fizeram um cerco na Região Metropolitana.

Os carros usados pelos criminosos foram encontrados em Curitiba. Os suspeitos entraram em confronto com a polícia e um deles foi morto. Outros três homens foram localizados, detidos e encaminhados para a Central de Flagrantes da capital.

Os homens tinham passagens pela polícia por roubo, porto ilegal de arma e tráfico de drogas. Ainda não há confirmação sobre a motivação do crime.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.