Segurança

Suspeitos de envolvimento no assassinato de personal trainer são presos

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com reportagem de Tiago Silva da RIC Record TV, Curitiba
Suspeitos de envolvimento no assassinato de personal trainer são presos
Foto: Reprodução/RIC Record TV

25 de junho de 2020 - 10:43 - Atualizado em 25 de junho de 2020 - 12:24

Dois homens suspeitos de envolvimento no assassinato do personal trainer Jehverson Santos, de 30 anos, foram presos na madrugada desta quinta-feira (25). Na terça-feira (23), ambos foram identificados e tiveram suas prisões preventivas decretadas. 

De acordo com a Polícia Civil, um deles foi detido na região do bairro Tatuquara e, durante seu depoimento, informou a localização do responsável pelas facadas que vitimaram Santos. Assim, uma equipe se dirigiu até Castro, na região dos Campos Gerais do Paraná, e prendeu o segundo envolvido

O depoimento do autor das facadas foi colocado sob sigilo, no entanto, uma fonte, que preferiu não ser identificada, informou à RIC Record TV que o homem disse ter assassinado o personal trainer por encomenda. Conforme o testemunho, o homicídio foi realizado em troca de uma dívida que o suspeito possuía com um traficante da região do bairro Tatuquara. 

Agora, a polícia tenta localizar o suposto mandante do crime para confirmar a veracidade do depoimento e entender a motivação.

Esposa do personal escreve carta

Stephanie Rodrigues, esposa de Santos, escreveu uma carta destinada ao Balanço Geral Curitiba para falar sobre a prisão dos suspeitos. Veja abaixo:

“Venho orando a Deus há dias por esse momento, momento em que o delegado fosse me mandar uma mensagem avisando a prisão deles. Ontem, finalmente eu recebi, dá uma sensação de alívio, mas a dor continua. Saber que não teve motivação é doloroso, saber que talvez estavam só procurando uma briga é mais doloroso ainda, saber que ele chegou na hora errada e que não tinha nada que pudesse ser feito. Eu vi o meu marido morrer ao meu lado e, realmente, não tem palavras que eles possam dizer que amenize essa dor, não somente para mim, mas para toda a família. Espero agora que a justiça seja feita, que eles sejam julgados e que realmente fiquem presos”.

O crime

O crime ocorreu em frente à casa da vítima no no bairro Tatuquara, em Curitiba, na noite de 4 de junho. Na ocasião, Santos estacionava o carro quando foi surpreendido pelos criminosos. Um deles, armado com uma faca, desferiu vários golpes na região do pescoço do personal, que não resistiu e morreu na frente da esposa, antes da chegada de socorro. 

O caso é investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, pois o carro de Santos foi levado.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.