Segurança

Suspeito de matar travesti se entrega e alega legítima defesa em Londrina

O suspeito vai responder ao processo em liberdade porque o prazo do flagrante venceu.

André
André Justus
Suspeito de matar travesti se entrega e alega legítima defesa em Londrina
Imagem: Reprodução/Pexels

30 de setembro de 2020 - 17:02 - Atualizado em 30 de setembro de 2020 - 17:09

Um homem, de 30 anos, suspeito de matar travesti Sandra Beatriz Rangel, de 23 anos, se entregou nesta quarta-feira (30) e confessou ter assassinado a vítima com três tiros em um motel localizado às margens da Avenida Brasília, na BR-369, em Londrina, no Norte do Paraná.

Em depoimento para o delegado João Reis, titular do inquérito, o homem alegou que na ocasião, teria ido até a Rodoviária de Londrina para pegar seu pai, que voltava de viagem. Ele conta que então teria sido abordado por dois rapazes, um deles estava com uma faca, que o obrigaram a dirigir até o motel.

O indivíduo contou que os dois teriam tentado roubar seu dinheiro passando o cartão em uma máquina, mas não conseguiram. Então, ele efetuou disparos com um revólver que tinha no veículo e os dois homens teriam escapado. Sandra teria chego apenas depois em um carro de aplicativo.

O suspeito vai responder ao processo em liberdade porque o prazo do flagrante venceu. O inquérito ainda não foi finalizado e mais testemunhas devem ser ouvidas, assim como câmeras de segurança do motel e da rodoviária devem ser analisadas.

Relembre o caso da travesti Sandra Beatriz

Suspeito de matar transexual
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

O suspeito chegou conduzindo um veículo Fiat Palio com placas de Borrazópolis, enquanto minutos depois, Sandra chegou em um carro de aplicativo. Ela foi atingida por três disparos de arma de fogo na garagem de um dos quartos.

O porteiro do motel informou que trancou os portões do estabelecimento assim que ouviu os tiros e, logo em seguida, o suspeito tentou fugir com o veículo, passando por cima da vítima como mostram as câmeras, mas foi impedido de deixar o local. Ele fugiu pulando o muro do estabelecimento.

Receba as melhores notícias de Londrina e região pelo Whatsapp. Faça parte do grupo!