Segurança

Suspeito de matar cadela a tiros na CIC trabalha em um pet shop

O homem alega que o disparo foi apenas para assustar a cadela

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com supervisão de Caroline Berticelli
Suspeito de matar cadela a tiros na CIC trabalha em um pet shop
(Foto: Reprodução / vídeo de Viviane Colionis)

13 de outubro de 2021 - 18:07 - Atualizado em 13 de outubro de 2021 - 18:10

Foi descoberto que o suspeito de matar a tiros a cadela Polaca na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), na tarde desta terça-feira (12), trabalha em uma rede de pet shop da capital. O suspeito chegou a alegar ao delegado da Polícia Civil do Paraná Matheus Laiola que estaria atrás da casa praticando tiro ao alvo, quando acidentalmente atingiu o animal.

“Conta a verdade para nós, a gente não vai acreditar que você estava atirando aqui [no tronco de uma árvore] e atingiu a cadela no chão”,

disse o delegado ao homem.

No entanto, ele mudou o argumento após ser questionado e passou a afirmar que disparou um tiro apenas para assustar o animal.

Apesar do homem negar que tenha atingido a cadela propositalmente, segundo a tutora de Polaca, o vizinho há tempos estava acusando a cadela de invadir a propriedade para estragar as plantas e comer os ovos das galinhas.

Durante a investigação, a polícia encontrou a espingarda de chumbinho usada no crime. Por não se tratar de uma arma de fogo, o delegado explica que o homem responderá apenas por maus-tratos. Caso seja condenado, ele pode pegar até cinco anos de prisão.