Segurança

Suspeito de furtar carteira dentro de delegacia é preso em Pato Branco

O crime aconteceu na segunda (13), mas só foi descoberto na terça, após uma funcionária da delegacia encontrar sua carteira vazia no lixo do banheiro masculino

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com informações da Polícia Civil
Suspeito de furtar carteira dentro de delegacia é preso em Pato Branco
Homem rouba delegacia em Pato Branco e vai preso (Foto Câmera de segurança/Polícia Militar)

13 de maio de 2021 - 21:41 - Atualizado em 13 de maio de 2021 - 21:44

Policiais civis prenderam na manhã de quarta-feira (12), um homem suspeito de furtar uma carteira dentro da Delegacia da Mulher da cidade de Pato Branco, no sudoeste do Paraná.

Segundo a polícia, o crime ocorreu na segunda-feira (10), porém, só foi descoberto na tarde do dia seguinte quando a carteira da funcionária que faz a limpeza na Unidade foi encontrada vazia, na lixeira do banheiro masculino. Antes do furto, na carteira estava todo o salário do mês da funcionária que naquela tarde iria pagar despesas, tais como aluguel, mercado, etc.

O suspeito

A investigação da Polícia Civil, em parceria da Delegacia da Mulher e da Denarc – Núcleo Pato Branco, se deu a partir das imagens das câmeras de monitoramento que flagraram toda a ação do criminoso.

No vídeo é possível ver que o autor se aproveitou de um momento em que a porta dos fundos estava aberta, adentrou na Unidade e furtou a carteira da mochila da zeladora, que estava no depósito. Após o latrocínio, o criminoso fugiu pelo mesmo local que entrou.

A equipe policial constatou que o suspeito havia se hospedado no mesmo dia do crime em um hotel da cidade, próximo a Delegacia onde ocorreu a situação. Com ele foi apreendido um celular novo – adquirido no mesmo dia do furto, pelo valor de R$ 500,00, fato constatado através da nota fiscal com ele encontrada – e a quantia de R$ 667,00 em dinheiro.

Em depoimento, o suspeito diz estar dormindo nas ruas, estar desempregado e sem dinheiro. Questionado sobre o furto, o suspeito disse não se lembrar do que fez, alegando estar embriagado no hora do ocorrido.

Mais um furto pra conta

Ao ser abordado, o suspeito estava utilizando uma bicicleta. Questionado sobre sua origem, o suspeito disse tê-la comprado na praça, de pessoa desconhecida, por valor muito abaixo do mercado, e que suspeitou ser produto de crime, mas precisava dela para trabalhar, já que pretendia procurar um emprego.

Diante de contradições, os policiais desconfiaram da procedência ilícita e, com auxílio da imprensa local, conseguiram rapidamente localizar o verdadeiro proprietário. Segundo o mesmo, o objeto havia sido roubado de sua residência na noite do último domingo (09).

O suspeito que está em Pato Branco desde outubro de 2020, veio de Joinville, interior de Santa Catarina, trazendo uma extensa ficha criminal.

Ele foi preso em flagrante pelo crime de receptação da bicicleta e foi instaurado inquérito policial para apurar o crime de furto, porém foi solto poucas horas depois, mediante liberdade provisória sem fiança, pois segundo a decisão que o libertou, a precariedade de sua situação financeira, em razão do desemprego, justifica a isenção.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.