Segurança

Suspeito de envolvimento em atentado contra homem que trabalhava com criptomoedas é preso

O indivíduo foi preso por receptar o veículo usado no crime e entregá-lo aos atiradores, que ainda não foram detidos

Daniela
Daniela Borsuk com informações da Polícia Civil do Paraná

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu temporariamente um suspeito de envolvimento na tentativa de homicídio de Guilherme Grabarski, de 24 anos. O crime foi registrado no dia 6 de abril deste ano, no bairro Campo Comprido, em Curitiba. A prisão do suspeito aconteceu no dia 7 de junho.

Na ocasião do crime, a vítima estava saindo do trabalho quando foi perseguida por um veículo Toyota Etios vermelho. Um dos ocupantes do carro atirou contra a vítima, que foi atingida no crânio, braço e tórax. Foram pelo menos 10 disparos contra o veículo.

Durante a investigação, a PCPR constatou que o veículo utilizado no crime teria sido roubado no dia 20 de março deste ano, no bairro Uberaba, e que o suspeito capturado teria sido responsável por adquirir o carro roubado para praticar o homicídio.

O indivíduo foi preso por receptar o veículo e entregá-lo aos atiradores. A PCPR segue investigando o caso com o intuito de identificar os atiradores e o mandante do crime.

Na época, a vítima foi socorrida e encaminhada para o hospital em estado grave, onde passou por uma cirurgia. Como trabalhava no ramo de criptomoedas, uma das linhas de investigação da polícia apurou se a motivação do crime poderia ter relação com seu trabalho.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.