Segurança

Imagens mostram suspeito de cometer crimes contra homossexuais em Curitiba; assista

Homem é suspeito de cometer latrocínio contra três rapazes e uma tentativa de homicídio

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações da PCPR
Imagens mostram suspeito de cometer crimes contra homossexuais em Curitiba; assista
(FOTO: DIVULGAÇÃO/ PCPR)

16 de maio de 2021 - 15:25 - Atualizado em 16 de maio de 2021 - 15:25

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está em busca de informações e do paradeiro de um homem suspeito de cometer crime de latrocínio contra três homossexuais. As ocorrências foram registradas em Curitiba e em Abelardo da Luz (SC), entre os dias 16 de abril e 4 de maio. Neste domingo (16), a equipe de investigação divulgou a identidade, fotos e vídeos do indivíduo procurado.

De acordo com a PCPR, o homem possui mandados de prisão temporária em aberto pelos crimes. Além dos três latrocínios, no dia 11 de maio, José Tiago Correia Soroka teria tentado fazer outra vítima no bairro Bigorrilho, em Curitiba, mas o rapaz conseguiu escapar do suspeito.

suspeito crime homossexuais
Suspeito procurado, José Tiago Correia Soraka (FOTO: DIVULGAÇÃO/ PCPR)

Vídeos do suspeito

Nas imagens divulgadas pela PCPR neste domingo, José Tiago Correia Soroka aparece no condomínio das duas vítimas de Curitiba e ainda próximo ao carro do professor que foi morto em Santa Catarina. O veículo foi encontrado em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba.

No crime cometido contra o enfermeiro David Júnior Alves Levisio, no dia 27 de abril, o suspeito chegou ao apartamento da vítima durante a tarde. Após descer de um possível carro de aplicativo, José Tiago mexeu no aparelho celular e acessou o local. Por volta das 18h13, o indivíduo foi flagrado no estacionamento entrando dentro do carro do enfermeiro.

Cerca de 15 minutos depois, o suspeito deixa o condomínio com uma bolsa. José Tiago ainda cumprimenta o porteiro antes de ir embora.

Já no crime cometido contra o estudante de medicina Marco Vinício Bozzana da Fonseca, no dia 5 de maio, apenas a câmera do portão de entrada flagrou o suspeito. Por volta das 21h42, José Tiago deixou o local com uma mochila e uma sacola. Para ir embora o suspeito utilizou um táxi.

Veja as imagens:

Investigação

As três vítimas eram homossexuais e moravam sozinhas. Os três homens foram encontrados mortos na cama de suas residências com sinais de asfixia e tiveram pertencentes subtraídos. 

De acordo com as investigações, o suspeito marcava os encontros por aplicativos de relacionamento entre homossexuais. Em um primeiro momento, o indivíduo trocava fotos com as vítimas e posteriormente se deslocava até a residência, ao chegar no o local as estrangulava. Após o sufocamento as cobria com cobertas.

Inicialmente os casos foram tratados como homicídio, porém foram identificados pertences subtraídos dos locais.  

Após investigações de alta complexidade, foram realizadas diligências para identificar o suspeito. A PCPR ainda contou com o apoio da Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC). 

A PCPR solicita a colaboração da sociedade com informações que auxiliem na localização do procurado. As denúncias podem ser feitas de forma anônima pelos telefones 197 da PCPR, 181 Disque Denúncia ou pelo 0800-643-1121, diretamente à equipe de investigação.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.