Segurança

Síndica diz que mulheres tentaram assassiná-la durante confusão no condomínio

A mulher alega que foi atacada por uma vizinha e outra mulher quando estava sozinha em casa com os filhos; a vizinha nega as agressões

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com reportagem de Thais Travençoli da RIC Record TV, Curitiba
Síndica diz que mulheres tentaram assassiná-la durante confusão no condomínio
Imagens mostram vizinhos brigando com o marido da síndica. (Foto: Reprodução/Câmeras de segurança)

8 de abril de 2021 - 15:36 - Atualizado em 8 de abril de 2021 - 15:38

A síndica de um condomínio localizado no bairro Gralha Azul, em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, declarou que foi vítima de uma tentativa de homicídio durante uma confusão na noite do último domingo (4). 

De acordo com Tatiana Santos, que administra o condomínio de 226 casas, tudo começou porque um vizinho estava com um drone e os outros moradores não gostaram do uso do aparelho no local. Foi então que sua vizinha pediu para que ela tomasse uma atitude e, logo depois, foi até sua residência acompanhada de outra mulher. 

“Ela queria que eu batesse nele, iniciasse um motim para de repente todos os moradores começarem a bater nele também. Eu como síndica do condomínio, tive uma conversa civilizada e após isso, […] subiu na minha casa novamente e sentou na porta dos fundos. Meu marido precisou sair e nessa que ele se ausentou, eu não sei que surto que ela teve e voou as duas no meu pescoço, grudaram no meu pescoço e eu estava quase desmaiando”, conta Tatiana. 

Tatiana afirma que seus filhos presenciaram o ataque e um deles chegou a mandar um áudio, chorando, pedindo que o pai retornasse para a residência. “Ô, pai, vem urgente. A Camila tá pegando, tá rolando com minha mãe. Eu juro”, diz a criança na mensagem. 

Sem entender o que estava ocorrendo, o marido de Tatiana voltou às pressas para casa e salvou a esposa. “Eles presenciaram tudo, as duas em cima de mim. Se não fosse o áudio do meu filho e se não meu marido ter chegado, as duas tinham me matado lá atrás porque eu já estava desmaiando. O meu marido chegou e puxou as duas pelo braço e falou: ‘Sumam da minha casa”, completa a vítima.

Ainda conforme Tatiana, na sequência, uma das mulheres foi até a casa de um amigo, que também fica no condomínio, e alegou que o marido da síndica havia agredido as duas. Diante do relato, vários vizinhos partiram para cima do homem, “sem ao menos saber o que estava acontecendo”, conta. A situação foi flagrada por câmeras de segurança que registraram cerca de quatro vizinhos investindo contra o companheiro de Tatiana. (Veja abaixo)

Mulher nega agressões

A vizinha acusada pela sindica de tentativa de assassinato conversou com a RIC Record TV por telefone. Segundo ela, a situação foi toda armada pela família de Tatiana e até mesmo o áudio da criança é falso. 

“A minha outra vizinha que ele [marido da síndica] não saiu. Ele pegou o carro e ficou parado na frente da residência. Entrou pra dentro e pediu pro filho dele mandar áudio no celular dele dizendo que eu estava agredindo ela. E isso foi mentira”, disse a mulher. 

Ela também nega que tenha agredido a síndica, segundo sua versão, apenas colocou a mão na cabeça da mulher. “Tudo que eu fiz foi colocar a mão na cabeça dela, eu falei: ‘pelo amor de Deus, o que estiver aí, vai embora’. Porque ela começou a vir para cima de mim antes e olhar com uma cara, me falar coisas sabe?”. 

Outros vizinhos preferiram não falar sobre a briga no condomínio. Apenas uma mulher, que não quis se identificar, declarou que a síndica e a vizinha já tinham problemas de relacionamento. “Eles têm atritos desde sempre. Eu acho que é uma questão de interesses uma da outra, acho que isso tem que ser resolvido”. 

A Polícia Civil investiga o caso.

Assista à reportagem completa: 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.