Segurança

Servidor é suspeito de fraudar biometria para ir à churrasco; ele também é vereador em Sarandi

Após fraudar biometria na sexta-feira (4), denúncias apontam que Cícero da Saúde teria participado de festa que desrespeita decreto municipal

Wilame
Wilame Prado / Repórter
Servidor é suspeito de fraudar biometria para ir à churrasco; ele também é vereador em Sarandi
Além de servidor, Cícero da Saúde ocupa o cargo de vereador em Sarandi. (FOTO: Câmara de Sarandi)

8 de junho de 2021 - 12:00 - Atualizado em 8 de junho de 2021 - 12:04

A Polícia Civil de Sarandi, na região metropolitana de Maringá, está investigando desde segunda-feira (7) um suposto caso de fraude de biometria envolvendo um servidor que trabalha em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) daquele município. 

Uma denúncia anônima aponta que Cícero da Silva Correa, também conhecido como Cícero da Saúde, registrou ponto biométrico na sexta-feira (4) e no domingo (6), sem, no entanto, permanecer no trabalho. 

Cícero da Saúde teria sido flagrado, na sexta-feira, em uma churrascada que estaria desrespeitando o decreto municipal de Sarandi por conta da pandemia de covid-19. A denúncia foi feita por outro vereador, o Mineirinho Sarandi.

De acordo com o delegado Adriano Garcia, da Polícia Civil de Sarandi, será instaurado inquérito policial para apurar os fatos envolvendo o servidor municipal. 

“Requisitei informações à UPA, que agora tem 24 horas para envio de documentações”, disse Garcia. 

A reportagem do portal RIC Mais tentou contato com a Câmara Municipal de Sarandi, mas ainda não conseguiu retorno. A Prefeitura de Sarandi informou, por meio de nota, que abrirá sindicância para apurar os fatos ocorridos com o servidor.