Segurança

Preso por atacar mulheres em Curitiba, suspeito já era conhecido por abusar de dermatologistas

A Polícia Civil descobriu que existem denúncias contra Rodrigo Luís de Carvalho desde 2014

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com reportagem de Nader Khalil da RIC Record TV, Curitiba
Preso por atacar mulheres em Curitiba, suspeito já era conhecido por abusar de dermatologistas
Foto: Reprodução/RIC Record TV

24 de novembro de 2020 - 15:35 - Atualizado em 24 de novembro de 2020 - 15:41

Rodrigo Luís de Carvalho, de 40 anos, preso nesta segunda-feira (23) por atacar mulheres em vários bairro de Curitiba também costumava investir contra dermatologistas, em consultórios médicos da capital. 

Conforme a investigação, da Delegacia da Mulher, em um curto período de tempo, Rodrigo chegou a marcar 38 consultas dermatológicas para abusar das profissionais de saúde.

As denúncias sobre um homem careca e de olhos azuis que vinha atacando mulheres em bairros como Santa Felicidade, Bigorrilho, Orleans e centro da capital iniciaram nas últimas semanas. No entanto, a polícia descobriu que já existiam boletins de ocorrência registrados contra Rodrigo desde 2014.

Segundo os relatos,  nas ruas, o suspeito costumava abordar as vítimas de maneira similar: se aproximava com alguma desculpa como pedir informações e só então mudava o tom e se tornava agressivo. 

“Ele falou ‘só quero fazer um carinho na sua cachorra’. Aí, quando eu disse ‘Não’, ele ficou muito bravo, falou com a voz totalmente agressiva ‘Me passa essa cachorra e vem aqui agora’. E nessa hora foi que eu vi que ele não estava ali simplesmente para paquerar ou para fazer uma cantada, ele estava realmente querendo fazer alguma coisa contra minha pessoa”, contou uma mulher, que prefere não se identificar”, contou uma das vítimas, que prefere não se identificar. 

A Polícia Civil espera que com a prisão de Rodrigo, outras vítimas que também foram abordadas pelo suspeito se apresentem na Delegacia da Mulher para registrar um boletim de ocorrência. 

O telefone da Delegacia da Mulher é 41. 3219-8600.

Assista à reportagem:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.