Segurança

Policiais civis e militares prendem 12 pessoas em 7 cidades durante operação no interior do Paraná

Os presos foram apontados pelos policiais como participantes de uma quadrilha especializada em invasão de residências e furto de veículos

Renan
Renan Vallim / Repórter com informações da Polícia Militar
Policiais civis e militares prendem 12 pessoas em 7 cidades durante operação no interior do Paraná
(Foto: Polícia Militar)

16 de julho de 2021 - 12:39 - Atualizado em 16 de julho de 2021 - 12:39

Nesta sexta-feira (16), policiais militares e civis desencadearam a “Operação Monte Castello” nas cidades de Cianorte, Maringá, Marechal Cândido Rondon, Londrina, Mandaguari, Nova Esperança e Paranavaí. Ao todo, 12 pessoas foram presas, a maior parte apontadas pelos policiais como participantes de uma quadrilha especializada em invasão de residências e furto de veículos.

A operação contou com 56 policiais militares e 50 policiais civis. Foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão, além de 10 mandados de prisão expedidos pela Comarca de Cidade Gaúcha.

Todos os mandados foram cumpridos e mais duas mulheres, ambas de 24 anos de Paranavaí, foram presas em flagrante por tráfico de drogas.

Segundo as investigações, as pessoas presas durante a Operação Monte Castello são responsáveis por pelo menos 14 roubos investigados nas cidades de Cianorte, Cidade Gaúcha, Floraí, Palotina, São Carlos do Ivaí, Rondon, Toledo, Paraíso do norte, Janiópolis, Farol, São Manoel do Paraná, Jussara e Tamboara. Os indivíduos tinham como modus operandi o roubo a residências e a subtração, principalmente, de veículos.

Além das pessoas presas, foram apreendidas duas armas de fogo, 25,1g de crack e vários aparelhos eletrônicos que haviam sido roubados ou que não tinham procedência identificada. Também foram recuperados seis veículos furtados ou roubados.

As investigações começaram há seis meses, com o intuito de coibir roubos e crimes relacionados no noroeste do Paraná, além de reprimir organizações criminosas que realizavam esse tipo de delito nas regiões das cidades alvos do cumprimento. 

O nome da operação foi dado em alusão à Batalha de Monte Castello, ocorrida no final da Segunda Guerra Mundial, quando tropas aliadas, marcando a presença da Força Expedicionária Brasileira (FEB), enfrentaram o Exército Alemão em busca do avanço no norte da Itália.