Segurança

Polícia prende casal que vendia abortivos pela internet

Dupla tinha até receituário médico em branco. Medicamentos eram enviados para todo o Brasil.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da PCPR
Polícia prende casal que vendia abortivos pela internet
Foto: Fábio Dias / PCPR

24 de fevereiro de 2021 - 20:50 - Atualizado em 24 de fevereiro de 2021 - 20:50

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prendeu uma mulher, de 39 anos, e um homem, de 43, suspeitos de comercializar medicamentos abortivos em diversas cidades do Brasil. Os dois foram presos durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão, nesta quarta-feira (24), em Diadema, no Estado de São Paulo. A ação contou com apoio da Polícia Civil de São Paulo (PCSP).  

Durante as buscas foram apreendidas diversas caixas de medicamentos de comercialização proibida, com valor aproximado de R$ 56 mil. Além de prescrições médicas em branco, que a suspeita adquiria de forma irregular. 

As investigações iniciaram em outubro de 2020, quando a PCPR apreendeu uma caixa do remédio abortivo que foi enviado por correio. Os policiais civis identificaram que os envolvidos vendiam os medicamentos por redes sociais e enviavam do município de Diadema (SP) para outras localidades.  

O casal foi atuado em flagrante por adulteração de produtos terapêuticos e medicinais, tráfico de drogas, falsificação de certidão ou atestado e moeda falsa, pois também teria sido encontrado uma nota falsa em dos veículos dos suspeitos. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.