Segurança

Polícia investiga youtuber envolvido em desaparecimento de adolescente

Stefani desapareceu na tarde de terça-feira (30), deixando uma carta dizendo que estava indo embora e para que os pais não a procurassem

Daniela
Daniela Borsuk com Tiago Silva | RIC Record TV
Polícia investiga youtuber envolvido em desaparecimento de adolescente
(Foto: Reprodução/ RIC Record TV)

1 de abril de 2021 - 13:49 - Atualizado em 2 de abril de 2021 - 13:36

A Polícia Civil do Paraná investiga o youtuber Rafael Caribe, de 19 anos, suspeito de envolvimento no desaparecimento de uma adolescente, de 12 anos, de primeiro nome Stefani, moradora de Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba. A menina embarcou sozinha em um carro de aplicativo e foi até Osasco, no interior de São Paulo, para encontrar o ídolo da internet.

Stefani desapareceu na tarde de terça-feira (30), deixando uma carta dizendo que estava indo embora e para que os pais não a procurassem. Câmeras de segurança registraram a menina entrando em um carro de aplicativo e a mãe da jovem conseguiu rastrear o celular dela, que teve como destino a cidade de Osasco.

Após o apelo da família da adolescente, que acionou o Conselho Tutelar e a Polícia Civil, o youtuber decidiu colocar Stefani novamente em um carro de aplicativo um dia após a sua chegada, para que voltasse para o Paraná. A polícia localizou o veículo e a mãe de Stefani pode reencontrar a filha na delegacia de Fazenda Rio Grande, na tarde de quarta-feira (31).

A adolescente chegou muito abalada, prestou depoimento à polícia e conversou com uma psicóloga do Conselho Tutelar. A menina relatou que foi até São Paulo para encontrar Rafael, com quem conversava há 1 ano e 2 meses. Stefani contou que foi recepcionada pelo homem e a mãe dele quando chegou em São Paulo.

A menina ainda contou que apagou durante a noite e não se lembra se alguma coisa aconteceu. Ela foi submetida à exames de lesão corporal e também para verificar se houve algum tipo de abuso sexual contra ela. O resultado dos laudos vai indicar à polícia como o suspeito poderá ser autuado. Se for comprovado algum abuso, os pais do jovem, que Stefani relatou que estavam na casa durante a sua estadia, também podem ser responsabilizados.

Nesta quinta-feira (1º), Rafael postou um stories no Instagram afirmando que iria se afastar das redes sociais pois teria tido “um ataque” na quarta-feira e disse não se lembrar de nada. “Infelizmente não estou bem da mente, ‘mais’ obrigada a todos vou me ‘afasta’ um pouco de tudo até ‘recupera’ minha saúde mental”, diz o texto.

(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

A Polícia Civil aguarda os resultados dos exames e continua investigando o caso.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.