Segurança

Polícia investiga mais uma morte atribuída a serial killer de homossexuais

A quarta vítima morreu no dia 30 de abril, e também era conhecido de José Tiago.

Gabriel
Gabriel Albuquerque / Estagiário Com supervisão de Giselle Ulbrich
Polícia investiga mais uma morte atribuída a serial killer de homossexuais
(FOTO: Divulgação/PCPR)

18 de maio de 2021 - 22:18 - Atualizado em 18 de maio de 2021 - 22:18

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga uma quarta morte que pode ter ligação com o rapaz suspeito de assassinar homossexuais em Santa Catarina e Curitiba. Trata-se de um jovem de 27 anos, cuja circunstâncias da morte são muito parecidas com o das outras três vítimas atribuídas a José Tiago Correia Soroka.

Esta quarta vítima morreu no dia 30 de abril e também era conhecido de José Tiago. Por isso, a polícia suspeita de que seja mais uma vítima do serial killer.

A delegada Camila Cecconello ouviu mais uma vítima do suspeito, mas que sobreviveu ao crime e que trouxe novas informações á investigação. Este sobrevivente diz que foi vítima de Soroka no ano de 2018.

Os casos

O suspeito José Tiago Correia Soroka está sendo procurado pela justiça por outros homicídios. As vítimas são Robson Olivino Paim, encontrado morto em 16 de abril, em Santa Catarina, David Júnior Alves Levisio, em 27 de abril, e Marco Vinício Bozzana da Fonseca, no dia 4 de maio, ambos em Curitiba.

A polícia suspeita que José Tiago tenha fugido para outra região do País, em busca de novas vítimas. Os telefones para denúncia são 181, 197 ou 0800-643-1121.