Segurança

Polícia acredita que assassinato de cantor gospel está ligado ao tráfico de drogas

Oziel Rodrigues e seu amigo Kelvin Kachenski foram executados com vários disparos de arma de fogo; os dois estavam amarrados quando foram localizados

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com reportagem de Tiago Silva da RIC Record TV, Curitiba
Polícia acredita que assassinato de cantor gospel está ligado ao tráfico de drogas
Oziel, à esquerda, e Kelvin, à direita, foram mortos na Grande Curitiba. (Foto: Reprodução/RIC Record TV)

5 de abril de 2021 - 14:56 - Atualizado em 5 de abril de 2021 - 14:56

A polícia acredita que o duplo homicídio que vitimou o cantor gospel Oziel Rodrigues, de 42 anos, e seu amigo Kelvin Kachenski pode estar ligado ao tráfico de drogas. Os dois foram encontrados mortos em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, por volta do meio-dia deste domingo (5). 

Pela cena do crime, Oziel e Kelvin foram executados sem chance de defesa. Ambos foram assassinados com vários disparos de arma de fogo na cabeça e estavam amarrados com as mãos para trás. 

Segundo a Polícia Militar, o cantor gospel se afastou da igreja nos últimos anos e acabou se envolvendo com drogas. “Um deles tem passagem tanto por tráfico com por uso [de drogas] e o outro somente por uso. Pelo cenário dessa execução, pela forma como eles foram executados, tudo leva a crer que eles deviam ter alguma pendência, alguma situação delicada com outras pessoas envolvidas com o tráfico de drogas”, explica um PM.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.