Segurança

PF prende investigado por pedofilia após fotos e vídeos encontrados na Deepweb

Casos de abuso infantil registrados em fotos e vídeos foram encontrados na Deepweb

Wilame
Wilame Prado / Repórter
PF prende investigado por pedofilia após fotos e vídeos encontrados na Deepweb
Pedófilos escondem na Deepweb fotos e vídeos que deflagram abuso infantil. (Foto ilustrativa gentilmente cedida pelo fotógrafo Rafael Silva)

14 de maio de 2021 - 11:32 - Atualizado em 14 de maio de 2021 - 11:44

A Polícia Federal prendeu um homem em Umuarama, região Noroeste do Estado, que é investigado pelo crime de pedofilia. A Operação Livramento, realizada nesta sexta-feira (14), foi deflagrada pela Polícia Federal de Guaíra.

As diligências apontaram casos de abuso infantil registrados em fotos e vídeos e compartilhados na rede mundial de computadores, por meio das suas camadas mais profundas, a chamada Deepweb, sendo possível a identificação de um dos responsáveis pelo compartilhamento.

Oito agentes da PF participaram da operação, com o cumprimento de um mandado de prisão temporária e dois mandados de busca e apreensão, emitidos pela 1ª Vara da Justiça Federal, em Umuarama.

A investigação envolveu policiais de Guaíra e Brasília e contou com o auxílio da Interpol, que mantém banco de dados alimentado por países de todo o mundo, cujo objetivo é o combate aos crimes relacionados à pornografia infantil.

Preso

O investigado foi conduzido à Delegacia da Polícia Federal em Guaíra, onde foi ouvido e permanece à disposição da Justiça.

“Os crimes de produção, divulgação, compartilhamento de vídeos e imagens de pornografia infantil estão previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, com penas que chegam a oito anos de reclusão. A mera posse de material contendo pornografia infantil já constitui ilícito penal”,

orienta o delegado-chefe da Polícia Federal de Guaíra, Mário Cesar Leal Junior.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.