Segurança

Perícia irá definir se tragédia na Serra do Mar foi causada por falha mecânica ou humana

Dezenove pessoas morreram e mais de 30 ficaram feridas no acidente envolvendo um ônibus de turismo na BR-376

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com reportagem de Tiago Silva da RIC Record TV, Curitiba

O delegado Edgar Santana, da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) de Curitiba, que investiga o grave acidente com um ônibus de turismo na Serra do Mar, em Guaratuba, no litoral do Paraná, declarou  nesta terça-feira (26) que aguarda os resultados da perícia, feita pelo Instituto de Criminalística, para entender o que causou a tragédia que deixou 19 mortos e mais 30 pessoas feridas. 

“O inquérito policial está na fase inicial, ainda é muito prematuro a gente afirmar se há ou não responsáveis pela prática do fato e quais crimes eles irão responder. Será necessário ainda a realização de uma série de diligências, como a oitiva dos demais passageiros do ônibus, dos representantes legais das empresas, tanto da empresa responsável pelo veículo quanto da empresa responsável pelo transporte dos passageiros e os exames periciais. Somente após a produção dessas provas, a Polícia Civil vai poder entender a dinâmica do acidente e apresentar uma resposta justa, eficaz e imparcial”, disse Santana. 

Ainda conforme o delegado, até o momento, três passageiros, os policiais militares que atenderam a ocorrência e o motorista que conduzia o veículo no momento do acidente já prestaram depoimento. 

À polícia, o condutor de 67 anos, que não foi identificado, afirmou que o ônibus apresentou falha mecânica durante a descida de serra. Conforme o homem, os freios do veículo não estavam funcionando 100% e antes de colidir contra a mureta de proteção, ele teria tentado sem sucesso entrar na área de escape da rodovia.

“Segundo ele, ao iniciar a serra, ele percebeu que o sistema de freio não estava respondendo, ao visualizar o painel do veículo constatou que o balão de ar do freio do lado direito estava completo. No entanto, o do lado esquerdo estava pela metade e por essa razão, ele não estava conseguindo efetuar a frenagem do veículo. Nesse momento, ele tentou ir para uma área de escape, no entanto, havia alguns veículos que impediram ele de acessar essa área, pensou também na possibilidade de encostar em um bitrem, no sentido de diminuir a velocidade, no entanto, analisou melhor e verificou que essa conduta causaria um risco ainda maior e na, sequência, ao fazer a curva terminou colidindo com a mureta de contenção. O veículo deslizou por alguns metros, tombou e caiu na ribanceira”, completou Santana. 

De acordo com o depoimento, era a terceira vez que ele fazia o trajeto entre Ananindeua, no Pará, e Balneário Camboriú, em Santa Catarina, com o ônibus de turismo.

Ônibus sofre acidente em Guaratuba

A colisão ocorreu na manhã de segunda-feira (25), por volta das 8h30, quando o ônibus de turismo descia a Serra do Mar, trecho da BR-376, em Guaratuba, no litoral do Paraná, em direção a Santa Catarina.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo saiu da pista, colidiu contra a mureta de proteção, tombou às margens da rodovia e caiu em um precipício de cerca de 15 metros.  

acidente-oibus-serra-do-mar
Dezenove pessoas morreram no acidente com o ônibus de turismo na Serra do Mar. (Foto: Divulgação/PRF)

Dezenove pessoas morreram -13 adultos, cinco adolescentes e um bebê de seis meses de idade – e cerca de 33 ficaram feridas na tragédia. A empresa proprietária do ônibus de turismo divulgou a lista de passageiros durante a tarde. No entanto, três deles haviam desembarcado em Curitiba aproximadamente duas horas antes da tragédia.

As vítimas foram socorridas por equipes dos Corpos de Bombeiros do Paraná e Santa Catarina. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as pessoas em estado grave foram transferidas de helicóptero para o Hospital São José, em Joinville e Hospital Cajuru, em Curitiba, enquanto os feridos leves foram encaminhados para hospitais de Garuva e Joinville, ambos municípios catarinenses.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.