Segurança

PC cumpre 47 mandados judiciais contra organização suspeita de adulterar cargas de soja com areia

Esta é a segunda fase da operação e ao todo 24 pessoas já foram presas

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações da PCPR
PC cumpre 47 mandados judiciais contra organização suspeita de adulterar cargas de soja com areia
(FOTO: DIVULGAÇÃO/ PCPR)

27 de novembro de 2020 - 09:50 - Atualizado em 27 de novembro de 2020 - 09:54

Uma operação da Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (27) cumpre 47 mandados judiciais contra uma organização criminosa suspeita de adulterar cargas de soja que passavam pelo Paraná. De acordo com o delegado Cássio Conceição, da Delegacia de Furtos e Roubos de Carga, o grupo teria causado um prejuízo de US$ 20 milhões para empresas brasileiras e internacionais.

Cargas adulteradas

O delegado informou que os caminhões eram carregados com soja no estado de Goiás, mas quando passavam por algumas cidades do Paraná tinham as cargas adulteradas. Os suspeitos deixavam apenas cerca de 20% da carga original e completavam com casca de soja e areia.

A carga era enviada para a Europa e Ásia pelo porto de Paranaguá. Os 47 mandados são 24 de prisão temporária e 23 de busca e apreensão. As cidades que cumpriram as ordens judiciais foram Paranaguá, Francisco Beltrão, Nova Esperança e Ibaiti no Paraná, além de Teodoro Sampaio, em São Paulo.

Somente nesta sexta-feira 15 pessoas foram presas. Contabilizando com as prisões da primeira fase, chega a 24 o número de detidos. Confira mais detalhes com o delegado Cássio Conceição:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.