Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

16 de março de 2014 - 00:00

Atualizado em 16 de março de 2014 - 00:00

Notícias

Outro ex-presidente da Fanáticos assume assassinato de torcedor

Um outro ex-presidente da torcida organizada “Os Fanáticos” se apresentou na tarde deste sábado (15) à polícia e assumiu a autoria do assassinato de um torcedor paranista. Fábio Marques, de 33 anos, confessou ter matado o adolescente e Diego Henrique Raab Gonciero, de 16 anos, em 2012.

Na manhã deste sábado, a polícia prendeu o advogado ex-presidente da torcida, Juliano Rodrigues, 42 anos, conhecido como Sucke. A prisão temporária foi feita uma vez que o laudo do Instituto de Criminalística apontou que a bala que acertou o torcedor paranista saiu de um revólver 38 registrado em nome dele.

De acordo com o delegado Clóvis Galvão, Marques era vice-presidente da Fanáticos na época do crime e estaria respondendo à ameaças e provocações feitas por torcedores da Fúria Independente. “Segundo ele, os dois tiros foram dados para o alto e só soube que tinha matado um menino por noticiário”, disse.

Após prestar depoimento, Marques foi liberado e deve responder em liberdade. Já Rodrigues continua preso temporariamente. De acordo com a polícia, um terceiro suspeito é investigado pela participação no crime.