Segurança

Homem é detido acusado de ter mandado pão de mel envenenado, em Cascavel

O fato aconteceu no início de abril e levou um homem ao hospital, que ficou internado, em estado grave, por 10 dias

Aline
Aline Cristina / Repórter
Homem é detido acusado de ter mandado pão de mel envenenado, em Cascavel
(Foto: Beatriz Frehner)

19 de maio de 2021 - 08:14 - Atualizado em 19 de maio de 2021 - 13:04

Um homem de 43 anos foi detido por investigadores da Delegacia de Cascavel, na manhã desta terça-feira (19). Ele é suspeito de ter enviado pão de mel envenenado a uma pessoa da cidade, no mês de abril. Na época, a vítima, um homem de 35 anos, ficou internada em estado grave

Os mandados de busca e apreensão foram realizados em lugares distintos do município. O detido é executivo de uma empresa de transportes de caminhões e foi detido em um condomínio de luxo na região do Bairro Alto Alegre.

Quando os policiais chegaram a casa, o homem não esboçou nenhuma reação. Um celular, um HD externo, um notebook, um carro e até um guarda chuva foram apreendidos, durante a operação intitulada como Doce Veneno.

A perícia realizada no alimento, apontou que o pão de mel recebido pela vítima, estava envenenado com Carbofurano, um inseticida agropecuário, altamente tóxico.

Mais detalhes sobre a ação dos investigadores, serão repassadas em coletiva de imprensa ainda na manhã de hoje.

Sobre o caso

O crime aconteceu no começo de abril. A vítima de 35 anos ficou internada por 10 dias em estado grave, após consumir um bolinho, recebido como presente em sua casa.

A embalagem com dois bolinhos, estava com o  logo de uma empresa, e foi encaminhada como presente de páscoa, em agradecimento pela vítima ser cliente.

MEDO

A vítima do crime não mora mais na cidade de Cascavel, segundo um dos assistentes de acusação, seu cliente precisou sair do trabalho e mudar de residência, por medo, atualmente ele e esposa moram no Rio Grande do Sul

O advogado acredita, que os alvos seriam o casal e não apenas o homem.