Segurança

Paranaense é denunciada após fazer comentários racistas nas redes sociais: “Dá nojo”

“Tem negro de dá nojo” foi uma das afirmações publicadas pela mulher denunciada pelo Ministério Público do Paraná

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com informações do MPPR
Paranaense é denunciada após fazer comentários racistas nas redes sociais: “Dá nojo”
Mulher é denunciada após fazer comentários racistas nas redes sociais, em Cornélio Procópio (Foto: Reprodução/Picabay)

6 de julho de 2021 - 17:04 - Atualizado em 6 de julho de 2021 - 17:04

O Ministério Público do Paraná (MPPR) entrou com uma denúncia contra uma mulher que utilizou suas redes sociais para publicar comentários racistas contra a população negra. 

De acordo com apuração da Promotoria de Justiça, entre os dias 24 e 25 de abril deste ano, a denunciada teria praticado por duas vezes discriminação e preconceito de cor: “Ó povo mais nojento que preto” e “Tem negro de dá nojo” foram as afirmações consideradas pelo MPPR como criminosas.

Segundo as investigações, os fatos ocorreram após uma discussão entre a denunciada com uma amiga que é negra. De acordo com o MPPR, foi a própria amiga quem levou o caso às autoridades policiais de Cornélio Procópio, município localizado na região norte do estado.

Racismo é crime

O crime de racismo está previsto no artigo 20, da Lei 7.716/1989. Nele é previsto a pratica por meio de comunicação em redes sociais ainda mais grave. Isso porque, segundo a Lei, considera-se o crime mais grave pelo alcance da internet, e assim passível de maior punição. A pena prevista para a denunciada, em caso de condenação, pode chegar a cinco anos de reclusão.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.