Segurança

Mulher deficiente que era abusada por familiares vai para abrigo do MP-PR

Segundo o MP-PR, a mulher, que é deficiente mental, era abusada sexualmente por familiares. Ela foi recolhida e ficará num abrigo.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Mulher deficiente que era abusada por familiares vai para abrigo do MP-PR
Foto: Ilustrativa/Pixabay.

25 de agosto de 2020 - 19:32 - Atualizado em 25 de agosto de 2020 - 19:33

Um caso de abuso mobilizou o Ministério Público do Paraná (MP-PR) nesta terça-feira (25), em Curitiba. O MP-PR obteve ordem judicial para recolher uma mulher com deficiência mental que era abusada pela família.

O mandado foi deferido em ação de interdição em curso, por suspeita de que a mulher fosse vítima de abusos sexuais reiterados, praticados por familiares. O processo corre sob sigilo.

A tutela de urgência, apresentada na 25ª Vara Cível de Curitiba, foi obtida a partir de trabalho conjunto de diversas Promotorias de Justiça da capital, especialmente a PJ do Boqueirão e a PJ de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Como resultado, a mulher foi levada a uma instituição, onde ficará abrigada.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.