Segurança

Homem confessa que matou namorada e carregou corpo até matagal com carrinho de mão

Mulher estava desaparecida há 20 dias

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Homem confessa que matou namorada e carregou corpo até matagal com carrinho de mão
(FOTO: DIVULGAÇÃO/ REPRODUÇÃO)

30 de julho de 2020 - 10:32 - Atualizado em 30 de julho de 2020 - 10:32

Uma mulher, de 38 anos, que estava desaparecida desde o 9 de julho foi encontrada morta em um matagal nesta semana, na cidade de Araruama, no Rio de Janeiro. Após a identificação do corpo, que já estava em estágio de decomposição, a investigação encontrou o ex-namorado da vítima, apontado como principal suspeito. Apesar de negar no primeiro momento, Alexsandro Oliveira do Brasil, de 44 anos, confessou o crime na delegacia.

O homem revelou que estrangulou a mulher dentro da própria residência e depois utilizou um carrinho de mão para levar o corpo até um matagal. Os familiares da vítima reconheceram Gisele Maria da Conceição por causa da roupa. A mulher era tratada como desaparecida.

Corpo encontrado em Araruama

Na última terça-feira (28) a Polícia Militar (PM) foi acionada para um achado de cadáver na Estrada da Conceição, em um matagal. No local, os militares encontraram um corpo em estágio de decomposição avançado e repassaram as informações para a Polícia Civil.

Já na manhã desta quarta-feira (29), a delegada Isabelle Conti conseguiu a prisão do ex-namorado da vítima. Após buscas na residência, o homem foi encontrado em um bar. No primeiro momento, Alexsandro negou o crime, entretanto na delegacia confessou a autoria.

De acordo com depoimento prestado na sede da 118ª Delegacia Policial, em Araruama, o homem revelou que matou a mulher por estrangulamento, após um desentendimento por causa de ciúmes. Com a vítima já sem vida, Alexsandro levou o corpo de Gisele com um carrinho de mão até o matagal, próximo de onde ele morava. O homem foi preso.