Notícias

MP investiga omissão de socorro a ex-prefeito da capital baleado

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

18 de fevereiro de 2013 - 00:00 - Atualizado em 18 de fevereiro de 2013 - 00:00

Na tarde do último sábado (16), o ex-prefeito de Curitiba, Saul Raiz, de 83 anos, dirigia pela rua Visconde de Nácar, no centro da capital, quando foi abordado por assaltantes armados. Estes pediram que Saul parasse o carro, mas ele não obedeceu e acelerou. Os bandidos dispararam e o ex-prefeito foi atingido por dois tiros, um no braço e outro nas costas, bem abaixo do ombro.

Mesmo machucado, Saul foi dirigindo até o Hospital São Vicente, na rua Vicente Machado. Ao chegar ao local, sangrando bastante, teria sido informado de que não poderia ser atendido. O ex-prefeito acabou sendo auxiliado por um manobrista, que percebendo a gravidade de seus ferimentos o levou ao hospital Evangélico. Saul está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do local.

O Ministério Público e a prefeitura de Curitiba informaram que vão  investigar para saber o motivo pelo qual o paciente não recebeu qualquer tipo de atendimento no São Vicente. Em nota enviada à imprensa, o hospital negou omissão de socorro e informou que não conta com equipe adequada para atender pacientes no estado em que se encontrava o ex-prefeito.

As investigações sobre a tentativa de assalto devem ficar a cargo da Delegacia de Furtos e Roubos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.