Segurança

Motorista indiciado por morte de motoboy é liberado após pagar fiança de R$ 8 mil

Valor anunciado inicialmente era de R$ 25 mil, mas nesta quarta-feira (12) o dentista foi liberado após pagar um terço do valor

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações da RIC Record TV Curitiba
Motorista indiciado por morte de motoboy é liberado após pagar fiança de R$ 8 mil
(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

13 de maio de 2021 - 15:40 - Atualizado em 13 de maio de 2021 - 15:40

O motorista que causou o acidente que resultou na morte do motoboy Rafael Ribeiro Pinto, na madrugada do último domingo (9), foi liberado nesta quarta-feira (12). De acordo com informações da Polícia Civil, o dentista, que estava conduzindo o carro, pagou uma fiança no valor de R$ 8.333, colocou uma tornozeleira eletrônica e foi autorizado a deixar a delegacia.

Após o acidente, o motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que comprovou a ingestão de álcool. Na sequência, o dentista foi encaminhado à delegacia onde permaneceu até esta quarta-feira. Inicialmente, a fiança foi estimada em R$ 25 mil, porém, o suspeito foi liberado após pagamento de um terço do valor.

Ainda segundo a nota da polícia, o homem foi indiciado por homicídio culposo, qualificado por embriaguez ao volante.

Motoboy morre durante última entrega

Um motoboy morreu na madrugada deste domingo (9), após ser atingido por um carro no Centro de Curitiba. A vítima estava trabalhando com entrega de refeições quando foi atingida por um veículo Renault Sandero, no cruzamento entre as avenidas Marechal Floriano Peixoto e Visconde de Guarapuava.

Com o impacto, o motociclista foi arremessado ao chão e não resistiu aos ferimentos. O óbito foi confirmado logo que a ambulância do Corpo de Bombeiros chegou ao local. De acordo com a Polícia Militar (PM), o motorista foi submetido ao teste do bafômetro que apontou 0,54 mg/L de álcool no sangue.

motoboy rafael ribeiro
Rafael tinha planos de pedir namorada em noivado e parar de trabalhar durante a madrugada (Foto: Reprodução/Redes sociais)

A vítima era pai de cinco filhos e trabalhava como chef de cozinha, entretanto, com a crise da pandemia, começou a realizar trabalhos de entrega com a motocicleta.

A namorada de Rafael ficou sabendo da tragédia somente na manhã seguinte. Tainara Rodrigues contou emocionada que seria pedida em noivado. “Eu tinha muitos planos, descobri hoje que ele iria me pedir em noivado essa semana, iria me apresentar para família dele e aí, já não vai acontecer mais”, contou a jovem.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.