Caroline
Caroline Berticelli / Editora

4 de novembro de 2019 - 00:00

Atualizado em 4 de novembro de 2019 - 00:00

0 Comentários
Notícias

Três pessoas morrem engasgadas em menos de 24h no norte do Paraná

Dois adultos morreram engasgados com pedaços de carne; já um menino, de 3 anos, tomava leite quando o incidente aconteceu

Três pessoas morrem engasgadas em menos de 24h no norte do Paraná

Três pessoas morreram engasgadas entre domingo (3) e o início da tarde desta segunda (4) na região norte do Paraná. Os dois adultos e uma criança, de 3 anos, chegaram a ser socorridos após os incidentes, mas nenhum deles resistiu. 

Empresário morre engasgado em Astorga

No domingo (3), o empresário Juarez Maria de Souza, de 52 anos, participava de um churrasco com amigos em Astorga, na região metropolitana de Maringá, quando se engasgou um pedaço de carne. Ele chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu e morreu. 

Juarez Maria de Souza morreu engasgado durante um churrasco. (Foto: Reprodução/Facebook/Juarez Maria)

Criança morre engasgada no hospital

Na manhã desta segunda-feira (4), Emanuel Martins Olegário da Silva, de 3 anos, morreu na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do Hospital Metropolitano de Sarandi, cidade também vizinha de Maringá. 

A criança estava internada desde a tarde de sábado (2) quando se engasgou com leite. De acordo com a mãe de Emanuel, o filho tomou leite e na sequência entrou em uma piscina de plástico que não estava cheia. Segundos depois, ela percebeu que o menino estava desmaiando e levou a criança para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Emanuel sofreu três paradas cardiorrespiratórias e precisou ser reanimado antes de ser encaminhado ao hospital, onde veio a falecer. 

Após a confirmação da morte, a família resolveu doar todos os órgão de Emanuel.

Jovem morre engasgado em restaurante

Já no início da tarde desta segunda-feira, Adilson da Costa Moreira, de 21 anos, morreu após se engasgar com um pedaço de carne enquanto almoçava com a família em um restaurante de Londrina. Conforme testemunhas, ele foi levado nos braços até uma Unidade de Saúde que fica ao lado do estabelecimento, mas sofreu várias paradas cardiorrespiratórias e não resistiu. 

Adilson sofreu várias paradas cardiorrespiratórias na Unidade de Saúde. (Foto: Sérgio Ribeiro/RIC Record TV)

O soldado Zonta, do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), falou com a RIC Record TV e explicou que apesar de ser incomum a morte de adultos por engasgamento, é preciso tomar cuidado e mastigar bem as refeições. “É um pouco mais incomum de acontecer isso com adultos, mas ainda acontece. É questão do tamanho do alimento, nosso canal onde passa o alimento é extremamente pequeno, então tem que tomar bastante cuidado”, disse. 

Newsletter

Assine nossa newsletter e fique atualizado.

Seta COMENTÁRIOS