Segurança

Morre segunda vítima de explosão em estande de tiros, em Pinhais

Cabo Kátia Regina estava internada desde o último sábado (19)

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Morre segunda vítima de explosão em estande de tiros, em Pinhais
(Foto: Reprodução)

25 de junho de 2021 - 11:29 - Atualizado em 25 de junho de 2021 - 11:29

Morreu nesta sexta-feira (25) a cabo da Polícia Militar do Paraná (PMPR) Kátia Regina Queiroz Bueno, de 46 anos, que teve 75% do corpo queimado após uma explosão em um estande de tiros em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O acidente aconteceu no último sábado (19) e deixou quatro pessoas feridas. Além da policial, o sargento da reserva Maurício Kaliberda já havia falecido na última terça-feira (22).

Katia e Maurício foram socorridos em estado gravíssimo e encaminhados ao Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, em Curitiba. Além deles, outros dois homens tiveram ferimentos e seguem internados em estado grave.

Explosão em Pinhais

Câmeras de segurança flagraram o momento da explosão de um barracão localizado em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), que deixou quatro pessoas feridas, entre elas dois policiais militares. A situação aconteceu na Rua Jandaia do Sul, no bairro Emiliano Perneta, na tarde do último sábado (19).

Nas imagens, é possível ver que a explosão chega a movimentar as estruturas do barracão, onde funcionava um estande de tiros, segundo informações da Polícia Militar. O vídeo também mostra algumas pessoas andando pelo local, poucos segundos antes do incidente.

Veja as imagens:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.