Segurança

Miss Campo Largo baleada após assalto pode perder movimentos: “Ela está muito abatida”

Jovem estava em um ponto de ônibus quando um casal realizou o assalto e depois disparou contra a vítima

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem da RIC Record TV Curitiba
Miss Campo Largo baleada após assalto pode perder movimentos: “Ela está muito abatida”
(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

27 de janeiro de 2021 - 08:00 - Atualizado em 27 de janeiro de 2021 - 08:00

A miss Campo Largo, Tatiane Boruk, foi baleada na noite desta segunda-feira (25) após um assalto em um ponto de ônibus na Cidade Industrial de Curitiba (CIC). A jovem, de 27 anos, estava aguardando o transporte coletivo quando um casal desceu de um carro e pediu os pertences dela e de outro homem que estava no local. Após levar o celular da vítima, os suspeitos dispararam e atingiram as costas de Tatiane.

A jovem caiu na rua e foi socorrida em estado grave. A bala do tiro ficou alojada entre o rim e a coluna, e ainda não foi realizada uma cirurgia para retirada. O homem que estava no ponto de ônibus foi o primeiro a prestar ajuda. “Ela segurou na minha mãe e pediu para não morrer”, disse a testemunha. 

ponto de onibus miss
Ponto de ônibus onde o crime aconteceu (FOTO: PAULO FISCHER/ RIC RECORD TV)

Em estado grave

A miss, que trabalha como auxiliar de dentista, foi encaminhada ao Hospital Cajuru em estado grave. Até a manhã desta quarta-feira (27), a equipe médica ainda não havia definido se fará ou não a cirurgia para retirada do projétil. Tatiane pode ter sequelas graves, como a perda dos movimentos. 

“A assistente social passou para minha irmã que eles fazendo ou não fazendo a cirurgia, ela vai ficar do mesmo jeito. Então a gente espera uma providência, que eles não podem dar um laudo sem eles vim ali avaliar, examinar ela”, contou a tia Rosenilda Chimiloski.

Segundo informações da equipe médica, Tatiane já foi atendida por um médico e a bala fraturou uma vértebra. Entretanto, a retirada do projétil pode ocasionar uma hemorragia ou até mesmo uma meningite. A paciente segue em observação e o aconselhado é que a vítima receba tratamento em uma clínica.

“Ela está muito abatida, com muita dor, ela chora, grita de dor. Não consegue se mexer, nada. E a gente chama enfermeira, eles aplicam um remédio dali a pouco passa o efeito e tudo volta”, revelou a amiga da família Marli Inês de Lima.

Suspeitos são procurados

A Polícia Civil investiga e busca informações para identificar o casal que cometeu o crime. A testemunha que estava próximo no momento do disparo, contou que era um homem e uma mulher, um deles praticou o assalto e o outro disparou. 

carro em fuga miss
Casal de suspeitos fugiu em um veículo após o crime (FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

O crime foi cometido na rua Eduarda Sprada e os suspeitos teriam parado o carro na rua Robert Redzimski, em um ponto de táxi próximo a esquina. Após o assalto os dois fugiram com o veículo.

“Os criminosos conseguiram levar o celular da vítima inclusive, então quem tiver qualquer informação a respeito dos criminosos ou do veículo utilizado, ou tenha alguma imagem que possa auxiliar a polícia civil a elucidar esse caso será muito bem vindo”, pediu o delegado Marcelo Magalhães, da Delegacia de Furtos e Roubos.

O telefone da delegacia é (41) 3218-6100.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.