Segurança

Menina de 11 anos morre após ser baleada dentro de casa em Londrina

O suspeito tentava matar um outro homem que havia se escondido na residência onde a vítima estava; a criança foi atingida por um disparo de arma de fogo na barriga

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com reportagem da RIC Record TV, Londrina
Menina de 11 anos morre após ser baleada dentro de casa em Londrina
Foto: Reprodução/RIC Record TV

16 de novembro de 2020 - 18:06 - Atualizado em 16 de novembro de 2020 - 18:14

Uma menina de 11 anos morreu após ser baleada por um desconhecido que efetuou disparos de arma de fogo contra a residência onde ela estava com a família. O crime aconteceu no Jardim Planalto, em Londrina, no norte do Paraná, na noite de domingo (15).

De acordo com testemunhas, dois motociclistas iniciaram uma briga no meio da rua quando um deles passou a atirar contra o outro. Durante a confusão, o homem que era perseguido aproveitou o portão aberto e entrou na residência onde a criança estava para se esconder. No entanto, o criminoso não desistiu e efetuou diversos disparos contra a casa, um dos quais acabou atingido Luana na barriga.

“Nós estávamos todos sentados aqui, reunidos, aí nós escutamos tiros. Eu até falei ‘deve ser foguete de comemoração dos políticos’, mas alguém falou ‘é tiro’. Não deu tempo nem da gente se mexer, o cara invadiu aqui correndo e o outro de moto atrás. Aí, dá rua mesmo, ele efetuou os disparos, acertando no menina e podia ter acertado mais gente”, contou Valdecir de Oliveira, padrasto da menina. 

A criança chegou a ser socorrida, mas não resistiu ao ferimento. 

Emocionado, Valdecir declarou que jamais conseguirá esquecer da cena que aconteceu durante a confraternização da família. 

“Ver a menina aqui no chão, sem vida, dentro da minha casa foi muito triste, muito sofrimento e vai ficar na nossa mente esse momento. É doloroso saber que ela estava comemorando junto com nós, era a felicidade de irmã dela, e acontecer isso com ela”, desabafou. 

Já o homem que se escondeu na residência foi escoltado pela polícia até a delegacia, onde precisou prestar esclarecimentos sobre a real motivação da perseguição e acabou detido por estar em posse de uma moto roubada. 

“O que foi apurado é que o homem que estava fugindo tinha um dívida de veículo não acertada, então, o agressor tentou matá-lo. Esse homem de vítima, passou a ser também suspeito de crime porque a motocicleta que ele estava conduzindo tinha uma alerta de furto”, explicou o tenente Castro nesta segunda-feira (16). 

Ainda segundo a PM, o atirador que matou a menina já foi identificado e é procurado pela polícia. 

Assista à reportagem completa:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.