Segurança

Medicamentos utilizados para fabricação de drogas são apreendidos em Campina Grande do Sul

A apreensão deve gerar um prejuízo de aproximadamente R$ 100 mil ao crime organizado. Entenda quais são os efeitos desta nova droga, a Special Key.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da PCPR
Medicamentos utilizados para fabricação de drogas são apreendidos em Campina Grande do Sul
(Foto: Divulgação/PCPR)

8 de julho de 2021 - 21:39 - Atualizado em 8 de julho de 2021 - 21:47

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) apreendeu 270 unidades do medicamento Cetamin utilizado na produção da droga “Special Key”.  A apreensão aconteceu na quarta-feira (7), em Campina Grande do Sul, e gera um prejuízo de aproximadamente R$ 100 mil ao crime organizado.

Durante a ação, um casal foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Os dois estavam em um veículo Ford Focus vindo do estado de São Paulo. Dentro do carro, ainda foi apreendida uma quantia de ecstasy

As investigações prosseguem para a identificação de outros envolvidos, a fim de combater organizações criminosas envolvidas com o tráfico de drogas. O casal foi preso em flagrante por tráfico de drogas.  

O medicamento apreendido na forma líquida é usado originalmente para anestesiar animais em cirurgias veterinárias. No tráfico de drogas, é usado a partir de processos químicos que o transformam no entorpecente conhecido como “Special Key” ou “Key”. Usuários dizem ter a sensação de sair do corpo ao consumir a droga. É como se estivesse bêbado, porém uma bebedeira “psicodélica” e amnésia.

Os efeitos de curto e longo prazo incluem taquicardia e tensão arterial elevada, náuseas, vómitos, torpor, depressão, amnésia, alucinações e problemas respiratórios potencialmente fatais.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.