Caroline
Caroline Berticelli / Editora com Polícia Civil

29 de junho de 2020 - 12:02

Atualizado em 29 de junho de 2020 - 12:08

Segurança

Polícia prende suspeitos de matarem jovem que negou entregar a casa para o tráfico de drogas

A vítima foi morta porque não quis deixar que sua residência fosse usada como ponto de venda de entorpecentes no bairro Parolin, em Curitiba

Polícia prende suspeitos de matarem jovem que negou entregar a casa para o tráfico de drogas
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Três suspeitos de um assassinato e de uma tentativa de homicídio foram presos no bairro Parolin, em Curitiba, na manhã desta segunda-feira (29). O crime ocorreu no dia 3 de junho deste ano, no mesmo bairro.  

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos mataram Douglas dos Santos Rodrigues, de 20 anos, depois que o jovem negou a entregar sua residência para ser usada como ponto de tráfico de drogas

Outros oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos durante a operação. Cerca de 65 policiais civis – das áreas de investigação, inteligência e operações especiais – bem como, cães farejadores da PCPR, participaram da operação.

Conforme apurado, os suspeitos integram uma organização criminosa voltada ao tráfico de drogas na região do Parolin. Durante as diligências, a polícia descobriu ainda que os indivíduos estariam ameaçando moradores daquela região para que não colaborassem com as investigações.

“Durante as investigações, foi possível apurar que todos os suspeitos fazem parte de uma organização criminosa que atua na região conhecida como ‘região do meio”, explica o delegado Thiago Nóbrega. 

A polícia divulgou alguns dos vídeo enviados pela organização criminosa, em grupos de WhatsApp, para intimidar moradores da região. Veja:

Em um deles, os suspeitos aparecem comemorando a execução de Rodrigues durante um churrasco:

Procurado

Um quarto, identificado como Alexsandro Almeida de Lima, de 21 anos, não foi localizado e é considerado foragido.  

Qualquer informação que possa ajudar a descobrir o paradeiro do suspeito pode ser repassada à polícia, de forma anônima, pelo telefone 197.

O crime

No dia do crime, Rodrigues estaria empinando pipa junto com um amigo, de 23 anos, quando os dois foram surpreendidos por diversos disparos de arma de fogo.

“Quatro suspeitos chegaram em um veículo Ford Fiesta, de cor preta, e realizaram diversos disparos de arma de fogo”, conta ainda o delegado. 

Rodrigues foi atingido na cabeça, tórax, costas e demais partes do corpo. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O outro rapaz também foi atingido pelos disparos, mas sobreviveu.